Hospital de Biguaçu atinge 100% de ocupação dos leitos de UTI da ala Covid-19

Publicidade

O Hospital Regional Helmuth Nass comprometido com as medidas de contenção no avanço do COVID-19 suspendeu os atendimentos eletivos (cirurgias), e alerta para que as pessoas sigam as recomendações das autoridades. “Estamos vendo a nossa taxa de ocupação subir de 50% para 100% em uma semana, a nossa Clínica Médica Covid foi de 30% para 70%. É um momento para ter mais cautela, manter o isolamento social, usar máscara, evitar aglomeração, utilizar álcool em gel e outros cuidados” Enfatiza o Diretor do Hospital Marcio Sottana.

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 trata os pacientes graves e gravíssimos, que demandam cuidado intensivo das equipes multidisciplinares. Já a Clínica Médica de Isolamento recebe os Pacientes estáveis, e encontra-se hoje com 70% de taxa de ocupação. “Podemos observar um aumento significativo na Ala Clínica e UTI Covid, nunca tivemos essa taxa de ocupação (100%). Por isso, enfatizamos que a população deve priorizar o isolamento social, mesmo não sendo grupo de risco” comenta a Enfermeira Supervisora do Hospital Joice Helena Petry

Continua após a publicidade

Diversos Hospitais da Grande Florianópolis apresentam a taxa de ocupação da UTI elevada “com esse segundo auge da pandemia, nós do Hospital nos preocupamos, pois, o atual cenário inclui a aquisição de mais medicamentos e equipe para dar esse suporte, além disso, também envolve a conscientização das pessoas para que sigam as medidas preventivas, acredito que isso é fundamental” explica o Diretor do Hospital Marcio Sottana.

Jovens, idosos e crianças, com e sem comorbidades fazem parte dos pacientes positivados “Neste momento eu considero que a pandemia está no auge, nunca esteve pior, o número de casos e pacientes graves teve um aumento severo, incluindo a população mais jovem. Na outra unidade de saúde em que eu trabalho também estamos com 100% de ocupação, e, no próximo mês a previsão é um aumento ainda maior dos casos na Grande Florianópolis, principalmente após os feriados” Alerta o Enfermeiro da UTI do Hospital Roger Farias Lopes.

Diante da atual situação enfatizamos que as pessoas procurem ficar em casa (especialmente idosos e pessoas com risco elevado), sigam as precauções recomendadas e só procurem atendimento em caso de febre alta e sintomas respiratórios que justifiquem sua exposição ao ambiente hospitalar.

Assessoria de Imprensa – Mariana Hoffmann Correia – Hospital Regional Helmuth Nass – Biguaçu/SC! Beneficência Camiliana do Sul – São Camilo.

Publicidade