IML identifica cadáver que estava enterrado entre São José e Biguaçu

Publicidade

O Instituto Médico Legal (IML) identificou, nesta quarta-feira (10), o cadáver que foi encontrado enterrado em uma cova rasa, na sexta-feira (5) à tarde, em um morro localizado no final da Avenida das Torres, em São José, já próximo à divisa com Biguaçu. Trata-se de Jeziel Fernandes, de 20 anos. A família foi, hoje à tarde, tratar da liberação do corpo para o sepultamento.

O exame de necropsia constatou que havia sinais de perfuração no corpo, indicando que ele pode ter sido alvejado a tiros antes de ser enterrado no morro do José Nitro. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil já foi acionada e passará a cuidar do caso.

Continua após a publicidade

De acordo com o cabo Ribeiro, da equipe do SOS Desaparecidos, da Polícia Militar, o jovem estava sumido desde o dia 1º de janeiro deste ano, quando ele saiu de casa, não retornou e não fez mais contato. Ribeiro e o sargento Ivan descobriram a localização da cova após investigação. Os dois policiais levantaram pistas de que haveria um corpo enterrado naquele local. Após vistoria da área, eles acabaram avistando o que parecia ser uma cova.

O Corpo de Bombeiros fora acionado para fazer a escavação e a retirada do cadáver. O trabalho foi acompanhado por homens do 7º Batalhão de Polícia Militar, de São José. O Instituto Médico Legal (IML) levou o corpo para os exames, que identificaram a vítima após o trabalho do papiloscopista.

Corpo estava enterrado no meio do mato (Foto: Biguá News)
Corpo estava enterrado no meio do mato (Foto: Biguá News)
Publicidade