Iniciam os trabalhos para prensagem de veículos em Canelinha

Publicidade

O programa de descontaminação e prensagem de veículos com restrições judiciais, realizado pela Comissão Estadual de Leilão do Detran/SC chega a sua oitava edição, em Canelinha. Nesta etapa serão compactados 130 veículos inservíveis, – dentre carros e motos. O objetivo é dar uma destinação ecologicamente correta aos veículos que estão no pátio da delegacia do município, causando problemas de saúde pública e ao meio ambiente, dentre outros fatores sociais e econômicos. A descontaminação acontece nesta sexta-feira, 28, e a prensagem, está prevista para a próxima sexta-feira, 5.

A etapa inicial consiste na retirada do combustível, óleo do motor, extintor de incêndio, bateria e cilindro de gás natural de cada item, individualmente. Feito isso, a ação é concretizada com o amassamento dos veículos, que é realizado por uma empresa licitada, através de contrato de prestação de serviços firmado com a Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Continua após a publicidade

Coordenador dos ferrosos e integrante da Comissão de Leilão, o delegado Adalberto Safanelli ressalta a importância da ação para toda a sociedade, garantindo o reaproveitamento, na indústria metalúrgica, dos veículos considerados inservíveis, além de contribuir para a eliminação de focos de mosquitos e animais que proliferam doenças.

“A cada edição ganhamos mais visibilidade e credibilidade. Nesse sentido chegamos a Canelinha. As autoridades locais, presenciando o trabalho realizado na cidade vizinha, Tijucas, nos procurou e, juntos, conseguimos incluir a município na sequência. Em Tijucas tivemos a descontaminação de mais de 300 veículos, onde também foram incluídos veículos de Garopaba, a pedido da juíza de direito daquela comarca. É muito gratificante ver nosso trabalho gerando bons frutos. Queremos levar essa ação para todas as regiões do estado”, frisou Safanelli.

A execução do programa, que já passou por Ituporanga, Joinville, Lages, São José, Garopaba e Tijucas, é possível através da implementação da Lei nº 13.281/16.

Publicidade