Joinville pronto para enfrentar Chapecoense

Publicidade

O técnico do Joinville, Hemerson Maria, realizou, nesta segunda-feira (1) à tarde, o segundo treino preparatório para o jogo contra a Chapecoense, que ocorrerá quarta-feira (3), às 19h30, na Arena Condá, em Chapecó no Oeste catarinense. A partida será válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série ‘A’.

Maria continua os trabalhos visando colocar em campo a melhor equipe, em busca da primeira vitória. Neste ano, a equipe venceu a Chapecoense, pelo Campeonato Catarinense, por 2 a 0, e quer “se fazer valer deste feito para arrancar os três pontos” no campo do adversário.

Continua após a publicidade

A equipe viajou depois do treino para Florianópolis, onde passou a noite e, nesta terça-feira de manhã, embarcou em voo com destino a Chapecó. Na região Oeste do Estado, o JEC realiza mais um treino, no campo do Belvedere, nesta terça-feira à tarde.

Palestra:

interna 1

Antes da viagem, os jogadores participaram de uma palestra sobre disciplina, Justiça Desportiva e dopping, ministrada pelo presidente da Comissão de Controle de Dopagem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF),  Fernando Solera,  e pelo procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) Luciano Hostins.

Luciano falou principalmente sobre as duras punições para quem cair no exame antidopping, principalmente para quem usa cocaína, uma das substâncias proibidas. “Ser pego no exame por uso de cocaína pode acabar com a carreira de um atleta, que pode pegar até quatro anos de punição sem sequer poder treinar com o grupo”, explicou o procurador.

A palestra teve duração de aproximadamente uma hora e teve o acompanhamento do médico do Joinville, André Vilela, e do advogado do clube, Roberto Pugliese.

Publicidade