José Braz deixa o PSDB de Biguaçu após 27 anos

Publicidade

O ex-vereador José Braz da Silveira encaminhou, nesta sexta-feira (24), ao Diretório Estadual do PSDB, o seu pedido de desfiliação. Ele deixa a agremiação tucana após 27 anos dedicados ao partido. Ao Biguá News, Braz disse que sua decisão ocorreu após ele não concordar com interferência do presidente do PSDB catarinense no diretório biguaçuense. “[Tive] muitas desilusões com as atitudes do presidente estadual do partido, que preferiu acreditar em alguns oportunistas locais”, apontou.

Há algumas semanas, o Diretório Estadual fez ingressar no PSDB de Biguaçu o secretário de Planejamento da Prefeitura, Matheus Hoffmann Machado – o que teria desagradado José Braz, que além de ex-vereador, também presidiu o partido e só fora informado da chegada do novo filiado após tudo já estar acertado.

Continua após a publicidade
José Braz da Silveira (Foto: arquivo Biguá News)

Braz é advogado e milita na política biguaçuense desde o ano de 1984. Em 1988 foi eleito vereador e se reelegeu em 1992. Em 1996 foi candidato a vice-prefeito, em chapa encabeçada por Ivo Delagnelo (PMDB). Tentou eleição de deputado estadual nos pleitos de 1994 e 1998. No ano de 2008, foi eleito para o terceiro mandato na Câmara de Biguaçu e, em 2012, reeleito.

Em 2016, fez ensaio para lançar candidatura a prefeito, mas não conseguiu convencer os convencionais do partido, que preferiram se coligar com o candidato Vilmar Astrogildo Tuta de Souza (PMDB) – que acabou derrotado nas urnas.

Veja a carta de desfiliação (Clique para ampliar):

 

 

Publicidade