Juiz manda Tuta cancelar evento na praça de Biguaçu

Publicidade
Tuta estava preparando umas concentração na praça na véspera da eleição (Foto: Peterson Paul)
Tuta estava preparando uma concentração na praça na véspera da eleição (Foto: Peterson Paul)

O juiz da 2ª Zona Eleitoral,  Welton Rübenich, determinou, em decisão liminar publicada nesta quinta-feira, que os candidatos a prefeito e vice,  Vilmar Astrogildo Tuta de Souza e André Clementino da Silva, ambos do PMDB, cancelem um evento na Praça Nereu Ramos, que a coligação deles havia marcado para o próximo sábado, dia 1º de outubro, às 9h.

A decisão foi publicada agora há pouco, no mural do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), e a multa será de R$ 50 mil caso os peemedebistas desrespeitaram essa medida.

Continua após a publicidade

De acordo com a sentença, o evento que está sendo divulgado em redes sociais pela coligação de Tuta se assemelha a um comício, o que é proibido pela legislação eleitoral na véspera da eleição.

“Com efeito, há fundamento razoável para a suspensão do encontro, concentração ou outro nome semelhante usado pelos representados [Tuta e André], uma vez que estão infringindo a lei eleitoral com o convite retro”, explicou o magistrado, na liminar.

O pedido de cancelamento do evento do PMDB foi solicitado pela coligação de Ramon Wollinger (PSD) e Vilson Norberto Alves (PP), com argumentos de que a coligação de Tuta e André vem promovendo várias irregularidades em sua campanha, nesta última semana do pleito eleitoral, e de que estavam organizando um comício disfarçado de encontro.

Veja a sentença na íntegra, aqui no mural do Tribunal Regional Eleitoral.

Publicidade