Juiz proíbe PMDB de fazer passeata neste sábado à tarde

Publicidade

O juiz da 2ª Zona Eleitoral,  Welton Rübenich, determinou, nesta sexta-feira, que o PMDB de Governador Celso Ramos não faça uma passeata neste sábado, entre as 14h e 17h, conforme os candidatos daquele partido já estavam anunciando. A liminar foi publicada agora há pouco, no mural do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), e a multa será de R$ 100 mil, caso os peemedebistas desrespeitem essa medida.

O magistrado que conduz as eleições na Comarca de Biguaçu tomou essa decisão a pedido da coligação “Governador Celso Ramos Não Pode Parar”, do prefeito e candidato a reeleição Juliano Duarte (PSD). É que essa coligação já havia protocolizado, antecipadamente, na Polícia Militar local, um ofício informando que faria uma passeata na cidade neste sábado à tarde, a partir das 14h.

Continua após a publicidade

Rübenich também embasou sua decisão na manifestação do comandante do Destacamento da PM, 2º sargento Maury Freitas Junior,  de que seria preocupante ter duas passeatas de coligações adversárias no mesmo horário. Assim, o juiz facultou a realização de passeata por parte do PMDB neste sábado, desde que não seja entre as 14h e 17h.

“Diante do poder de polícia conferido a este juízo eleitoral, fixo a multa de R$ 100.000,00 no caso de descumprimento dessa ordem, ao PMDB de Governador Celso Ramos e, pessoalmente, ao seu representante, Alcemir João Alves, sem prejuízo do cometimento do crime de desobediência”, sentenciou Rübenich.

Veja a decisão na íntegra, aqui no mural do TRE.

 

Publicidade