Leilão de bens apreendidos com traficantes arrecada R$ 350 mil

Publicidade

Com a participação de aproximadamente 150 pessoas, o leilão de veículos, sucatas de veículos e demais bens declarados perdidos pela Justiça em favor do Fundo Nacional Antidrogas, promovido pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, foi concluído com todos os lotes vendidos. A arrecadação foi de R$ 350 mil.

Ao todo, 82 lotes de automóveis, caminhões e motocicletas, além de uma embarcação e equipamentos foram vendidos para 42 arrematantes, sendo leiloados 55 lotes pelo público presente e 27 via internet.

Continua após a publicidade

Segundo Fillipe Machado, membro da Comissão de Leilão da SSP, pela segunda vez, o grande desafio que era a oferta de lances via internet simultaneamente com os lances oferecidos pelo público presente foi superado e passa a ser uma realidade.

“Observamos atentamente as disputas que se deram entre a plateia e o público que se encontrava online ofertando seus lances. Para exemplificar, destacamos o que ocorreu com uma caminhonete Ford 250 que tinha como lance inicial o valor de R$ 3,8 mil e foi arrematada por R$ 32,6 mil por um comprador da plateia. E também uma lancha 18 pés que tinha como lance inicial R$ 5 mil e recebeu um lance final via internet de R$ 21,8 mil”. explica Fillipe.

Ainda segundo Fillipe, essa inovação permitiu que as pessoas interessadas em adquirir os bens não precisem mais sair de suas casas ou do seu trabalho para ofertar os lances e adquiri-los, tanto no Estado de Santa Catarina como em outros estados do país, evitando custos adicionais com deslocamentos.

O evento ocorreu no pátio da Transportadora Silva & Pacífico, no Bairro Forquilhinhas, em São José, e foi conduzido pelo leiloeiro público oficial credenciado à SSP, César Moresco.

Os recursos provenientes do certame serão revertidos para implementação de projetos, a fim de atender demandas relacionadas à prevenção e repressão ao tráfico e uso de drogas ilícitas em Santa Catarina.

João Carlos Mendonça Santos

Publicidade