Mais duas empresas confirmam instalação de fábricas em Biguaçu

Publicidade
Braz informou a novidade na tribuna (Biguá News)
Braz informou a novidade na tribuna (Biguá News)

Biguaçu vai ganhar mais duas fábricas este ano – uma de macarrão e outra de telhas. A informação foi repassada na tribuna da Câmara, na sessão desta segunda-feira, pelo vereador José Braz da Silveira (PSDB). Conforme o parlamentar, a indústria do ramo alimentício vai gerar cerca de 120 empregos diretos e, a outra, 15.

“O empresário da fábrica de spaguetti esteve hoje na prefeitura e informou que investirá R$ 30 milhões na planta. Ele já comprou o terreno na região do Alto Biguaçu e a previsão é de construir a unidade em seis meses”, comentou José Braz, com a reportagem do Biguá News.

Continua após a publicidade

A instalação da indústria de macarrão em Biguaçu é estratégica, para atender a demanda da região Sul do país. A sede da empresa é em Recife (PE), de onde a unidade fornece seu alimento processado para toda a região Nordeste do país.

Já a empresa de telhas com materiais recicláveis é da Paraíba e também quer acessar o mercado sulista. A filial em Biguaçu leva em conta a logística e a proximidade com a capital do Estado. A indústria fabrica seu produto a partir da reciclagem de materiais plásticos. Ainda não há informações sobre investimento e prazo de instalação desta no município.

No mês de janeiro, o prefeito Ramon Wollinger (PSD) informou que três empresas de grande porte estariam se instalando em Biguaçu. Uma delas é o Centro de Distribuição (CD) do Koerich, que já está sendo erguido entre os bairros Janaína e Bom Viver, com investimento de R$ 30 milhões. Além do CD do Koerich, a Distlê (distribuidora de produtos Nestlê) também vai construir um CD, e a empresa Kalle, da Alemanha, está definindo os detalhes para instalar uma fábrica em Biguaçu.

Publicidade