Ministro da Indústria afirma que economia brasileira começa a reagir

Publicidade

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, afirmou que a economia brasileira dá sinais de recuperação. Ele participou da abertura do Salão Internacional do Automóvel, no espaço São Paulo Expo, na capital paulista.

Para incentivar a retomada do crescimento do país, o ministro reforçou a importância do Programa de Sustentabilidade Veicular, que prevê a renovação da frota e o incentivo à cadeia de reciclagem de autopeças. Segundo afirmou, a proposta, apoiada pelo setor automotivo, será apresentada ao presidente Michel Temer até o próximo mês.

Continua após a publicidade

“Muito mais que os incentivos é dar competitividade [ao setor automotivo]. Nós vamos dar, na medida em que o estado fizer as reformas que precisam ser feitas. Além do limite dos gastos, [as reformas] previdenciária e da modernização da legislação trabalhista. Quando a nossa indústria como um todo tiver competitividade, com a redução do custo Brasil e a diminuição da burocracia, poderemos avançar e, com previsibilidade, planejar o futuro”, disse o ministro.

Renovação da frota

Renovar a frota de veículos do país está na pauta do ministro. “Nós temos uma frota de 55 milhões de veículos, total. A ideia é ir eliminando veículos de 30, 25 e 20 anos, na média de 800 mil a 1 milhão por ano”, disse.

Ele não detalhou, entretanto, como serão feitos os incentivos para que os donos de automóveis troquem seus veículos. A iniciativa fará parte do Programa de Sustentabilidade Veicular.

Financiamento para motos

Também está em análise, de acordo com Pereira, uma forma de facilitar o crédito para compra de motos. “Nós estamos discutindo com os bancos públicos para financiamento, para melhorar a qualidade. Já foram feitas algumas reuniões com a Caixa Econômica e com o Banco do Brasil para melhorar o financiamento especificamente para motos”, disse.

A medida pretende atender, segundo o ministro, a uma reivindicação da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores e Bicicletas (Abraciclo).

 

Publicidade