Municípios recebem Selo+Turismo durante Congresso de Prefeitos em Florianópolis

Publicidade

Da Assessoria – O Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (PRODETUR) foi um dos destaques da manhã da terça-feira (12) no Congresso de Prefeitos. O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, pontuou os objetivos do novo programa e fez a entrega do Selo+Turismo em reconhecimento aos municípios de Blumenau,  Rio Negrinho e Balneário Camboriú com projetos e ações aptos a serem beneficiados pelo Prodetur+Turismo.

O novo Prodetur está disponibilizando R$ 5 bilhões para financiar projetos do turismo em todo o Brasil. Para acessar o recurso, os municípios interessados têm de integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. As propostas para obtenção de financiamento deverão contemplar principalmente projetos na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas.

Continua após a publicidade

“As propostas tanto do no setor público quanto do privado que obtiverem o Selo+Turismo serão prioritários e terão agilidade no apoio financeiro com recursos próprios do MTur”, enfatizou o Ministro Lummertz. Já os entes federativos que tiverem proposta contempladas com financiamento nacional ou internacional poderão pedir apoio técnico à pasta para a implementação dos projetos.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz (Foto: Diego Redel)

Paralelo a plenária principal do Congresso de Prefeitos, também foi realizado um painel de fomento e desenvolvimento do setor de turismo. Segundo o coordenador geral de Planejamento Territorial do Turismo no MTur, Eduardo Madeiras, além de promover a integração dos parceiros no Prodetur+Turismo, o objetivo do momento foi tratar da parte técnica, em que ele apontou as diretrizes e benefícios do programa.

Em seguida, tanto o gerente da diretoria de investimentos do BNDES, Job Robrigues, como o superintendente da Agência do BRDE em Santa Catarina, Nelson Ronnie dos Santos, explicaram como é o acesso e quais as condições para adesão ao Prodetur. “Pretendemos que com os esclarecimentos estejamos incentivando os municípios a integrarem o programa e além disso, obterem o selo”, conclui Madeiras, coordenador do Ministério.

Publicidade