Nova UTI do Hospital Infantil Joana de Gusmão é inaugurada em Florianópolis

Publicidade

O Hospital Infantil Joana de Gusmão, de Florianópolis, passa a contar com mais espaço para o atendimento de crianças e adolescentes com graves problemas de saúde. Foi inaugurada na manhã desta sexta-feira, 23, a nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em ato com a presença do governador Raimundo Colombo e do secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing. Com a obra, o número de leitos na UTI passa de oito para 20.

O Governo do Estado investiu R$ 13 milhões no novo espaço, sendo R$ 8,5 milhões para a obra de reforma e ampliação e R$ 4,5 milhões para a compra de novos equipamentos. “É um espaço muito moderno e com tecnologia de ponta. O hospital está ganhando ainda mais em qualidade e eficiência para o atendimento de crianças de toda Santa Catarina”, destacou Colombo.

Continua após a publicidade

Entre os novos equipamentos, o espaço ganhou 15 ventiladores pulmonares, sete berços aquecidos, 20 monitores multiparâmetros, duas centrais de monitoração, 20 estativas, um raio-x móvel e dois marcapassos externos. Os recursos para aquisição dos equipamentos foram garantidos pelo Pacto por Santa Catarina.

uti_do_hospital_infantil_joana_de_gusmao_
Foto: James Tavares/SECOM

Fundado há quase quarenta anos, o Hospital Infantil Joana de Gusmão é referência estadual em diferentes especialidades. O atual diretor, Carlos Schoeller, conta que em média o hospital atende 20 mil pacientes por mês.  Na nova UTI, serão atendidos pacientes feridos gravemente, transferidos de outras unidades ou que passaram por procedimentos cirúrgicos. “E a tecnologia do novo espaço vai internações mais rápidas e altas com menor possibilidade de sequelas”, acrescentou.

No ato de inauguração, o governador Raimundo Colombo destacou também a importância dos voluntários envolvidos no trabalho do hospital e também de todo o corpo técnico de funcionários. Foram prestadas homenagens para a presidente da Associação Voluntários da Saúde (Avos), Maria Gertrudes da Luz Gomes, e para o secretário adjunto Murillo Capella, que atuou durante muito tempo no hospital. “Só com equipamentos não fazemos nada. São as pessoas, que com dedicação e competência, fazem a diferença no Hospital Infantil Joana de Gusmão”, acrescentou o secretário Kleinübing.

Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa

Publicidade