Número de casos confirmados em SC aumenta 261% em uma semana

Publicidade

O número de casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina chegou a 184 na manhã deste sábado (28), conforme dados do governador Carlos Moisés (PSL) fornecidos em entrevista coletiva. Se comparado ao sábado anterior (21), quando o registro era de 51 positivos de coronavírus, o aumento é de 261%. Esse índice significa crescimento exponencial. Se esse ritmo de propagação do vírus for mantido nos próximos dias, haverá mais de 660 infectados no dia 4 de abril; cerca de 2.400 daqui a duas semanas; 8.600 em três semanas e mais de 31.000 no final do mês de abril. “A orientação ainda é para que as pessoas saiam de casa somente em casos de emergência”, destacou o governador.

Caso a velocidade de contaminação verificada esta semana seja mantida no mês que vem, haverá colapso no sistema de saúde de Santa Catarina, já que o Estado possui apenas 800 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – somando as redes pública e privada. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que cerca de 5% dos infectados pelo vírus necessitem de internação em UTI por até 21 dias. Com a curva de propagação subindo 261% por semana, gerando estimativa de 31 mil casos de Covid-19 daqui a 30 dias, significará que, no final de abril, aproximadamente 1.550 pessoas precisarão de UTI – praticamente o dobro da capacidade do sistema.

Continua após a publicidade

Colapso

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, detalhou, há duas semanas, o que significa o colapso do sistema. “Você pode ter o plano de saúde, pode ter dinheiro para pagar uma UTI, mas não vai ter como você ser atendido, pois não haverá vaga no sistema para você entrar”, disse, em uma de suas entrevistas sobre o panorama do novo coronavírus no Brasil. Mandetta, inclusive, previu que esse cenário ocorrerá no país durante o mês de abril.

Por isso, a recomendação da OMS, do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais de Saúde é que as pessoas fiquem em suas casas, em isolamento domiciliar. Isso ajuda a segurar a velocidade da contaminação e, consequentemente, diminuir a quantidade de doentes necessitando de UTI’s em um curto período de tempo. A conta é simples: com a pandemia crescendo em ritmo mais lento, haverá menos mortes, mas, com milhares de pacientes com Covid-19 num espaço muito curto de tempo, o volume de vítimas fatais será maior.

Casos

As cidades catarinenses com casos confirmados são:

  • Antônio Carlos – 1
  • Balneário Arroio do Silva – 1
  • Balneário Camboriú – 9
  • Blumenau – 12
  • Braço do Norte – 12
  • Brusque – 2
  • Camboriú – 7
  • Canelinha – 1
  • Chapecó – 5
  • Criciúma – 13
  • Florianópolis – 30
  • Gaspar – 2
  • Gravatal – 3
  • Içara – 1
  • Imbituba – 5
  • Itajaí – 18
  • Itapema – 1
  • Jaguaruna – 2
  • Jaraguá do Sul – 2
  • Joinville – 9
  • Lages – 1
  • Laguna – 1
  • Navegantes – 3
  • Papanduva – 2
  • Pomerode – 1
  • Porto Belo – 4
  • Rancho Queimado – 2
  • São Francisco do Sul – 1
  • São José – 9
  • São Lourenço do Oeste – 1
  • São Ludgero – 1
  • São Pedro de Alcântara – 1
  • Siderópolis – 2
  • Tijucas -1
  • Urussanga – 1
  • Timbé do Sul – 1
  • Tubarão – 8
  • Outros estados: 5*
  • Outros países: 3

*O caso confirmado em Biguaçu está notificado como oriundo de “Outros estados”, pois a mulher de 35 anos fez o exame em São Paulo e só depois viajou para o município.

Publicidade