Panfleto apócrifo sobre Unisul é distribuído e direção da universidade publica nota oficial

Publicidade

Um panfleto apócrifo (sem identificação de autoria) circulou na madrugada de sábado (12) nas redondezas da Unisul, em Tubarão, no Litoral Sul de Santa Catarina, denunciando suposta venda da instituição com o recebimento de valores em contas no exterior.

O papel tem foto de duas pessoas, sendo uma delas o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, e o outro é o reitor da universidade, professor Sebastião Salésio Herdt.

Continua após a publicidade

A Unisul publicou nota oficial sobre o assunto, no final da tarde de ontem (veja após a foto do panfleto).

Panfleto jogado em frente à Unisul, em Tubarão (Foto: Reprodução)

Leia a nota na íntegra:

A Fundação Unisul e a Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) repudiam com veemência as calúnias e as difamações contra os seus Dirigentes.

A panfletagem apócrifa é ato agressivo e criminoso. Denúncias sem autoria não merecem crédito. Na madrugada de hoje (12.5), de forma delituosa, um panfleto foi espalhado nas imediações da Universidade, uma instituição de excelência na avaliação do MEC, construída pela comunidade há mais de meio século.

Esta mesma comunidade acadêmica exige respeito, responsabilidade e seriedade sobre o que se diz da NOSSA UNISUL.

A tentativa denota a intenção criminosa de destruir a reputação de uma Instituição que se tornou um patrimônio de referência da nossa cidade e da região. Denúncia sem autoria, além de encharcada de covardia, requer ações das autoridades policiais no sentido de identificar os responsáveis. A Unisul está adotando todas as providências que a situação exige.

A Unisul sempre cultivou e continuará preservando as boas relações com segmentos da sociedade, associações de classe, sob o manto da responsabilidade ética e moral.

Seguiremos unidos, com excelência e transparência – somos conceito 5 junto ao MEC – na certeza de que venceremos TODOS os obstáculos, com confiança na sustentabilidade e perenidade da nossa Unisul.

Grata,

Patrícia Laureano

Comunicação Unisul

Publicidade