Parte do maquinário da Prefeitura de Antônio Carlos está sucateado

Publicidade

Da soma de 15 máquinas pesadas, 11 caminhões, oito carros e uma motocicleta que prestam serviços à Secretaria de Transporte e Obras e também à de Agricultura e Meio Ambiente, pelo menos 14 unidades estão em condições precárias de uso. Sete máquinas estão paradas na garagem aguardando manutenção e outras sete são utilizadas em más condições. Cinco equipamentos devem ser leiloados.

De acordo com o secretário de Obras, Edson Lair Decker, o estado de alguns deles vem atrasando o andamento de serviços.  De todos esses veículos, apenas nove rodam pela cidade sem necessidade de reparos. Até o momento, a Prefeitura de Antônio Carlos realizou o conserto em três veículos. Conforme Decker, os equipamentos que não tiverem conserto serão leiloados a fim de levantar recursos para adquirir novos.

Continua após a publicidade

“O custo de manutenção de certos equipamentos não é viável para a administração pública. Certas máquinas não temos condições de recuperar. É muita despesa. Algumas caçambas estão bem desgastadas. Vamos consertar ou leiloar os caminhões para adquirir pelo menos dois novos. Precisamos definir o que vamos arrumar, se compensa, e o que não será consertado. Precisamos de qualidade em vez de quantidade”, salienta.

Secretário Edson Decker (Foto: Assessoria)

No momento, a Secretaria de Transporte e Obras se concentra os seus esforços na limpeza das vias da cidade. Outro ponto que deve atrapalhar os serviços é a situação da barreira da Vila Doze, que está coberta de barro. “Tem muito barro por cima. Precisamos retirar todo o barro para poder recuperar a barreira e retirar o material. Levaremos dois meses só para isso”, explica, por meio da assessoria de comunicação da Prefeitura de Antônio Carlos.

Publicidade