Pinguins são devolvidos ao mar na praia do Moçambique, em Florianópolis

Publicidade

Após mais de um mês de reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), no Parque do Rio Vermelho, em Florianópolis, 23 pinguins foram devolvidos à natureza. A soltura ocorreu na manhã desta quinta-feira (6), na praia do Moçambique. A ação foi coordenada pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) e pela co-gestora do parque, a organização não-governamental, R3 Animal.

Os pinguins recolhidos em praias catarinenses chegam muitas vezes debilitados. No Cetas, os animais são tratados, alimentados e quando chegam a ter no mínimo 3,5 quilos, são reunidos em grupo e liberados novamente no mar. “É uma das obrigações da Fatma proteger os animais de Santa Catarina e, também, os visitantes, neste caso, os pinguins. Devolvê-los recuperados é uma missão cumprida”, explica o diretor de Proteção dos Ecossistemas, Marcio Luiz Alves.

Continua após a publicidade

A soltura dos pinguins foi acompanhada por uma equipe de voluntários e profissionais da R3 Animal, responsável pelo Cetas. “A gente espera que eles cheguem na Patagônia em alguns dias. Como estão identificados, se algum deles voltar, receberemos o animal de volta”, informa a veterinária e gestora da organização não governamental, Cristiane Kolesnikovas.

Publicidade