Polícia apreende cinco toneladas de maconha em SC

Publicidade

Uma coletiva de imprensa foi realizada na manhã desta sexta-feira, 19, para apresentar a droga – estima-se cinco toneladas de maconha, na sede da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), no Estreito, na Capital.

Continua após a publicidade

Numa ação integrada entre a Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Receita Federal, resultou na maior apreensão de entorpecente já realizada em Santa Catarina, pelas forças policiais.

Entenda o Caso

A Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico (DENARC) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), com apoio Divisão de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV/DEIC), Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal (PRF), na madrugada de ontem, 18, na altura do KM-09, da BR-101, em Garuva, realizou a abordagem de um caminhão com carregamento de milho, oriundo do Mato Grosso do Sul com destino a Lauro Muller, no Sul do Estado.

Após verificação, constatou-se grande quantidade de maconha, ocultada no fundo da carga. Estima-se em cinco toneladas de droga apreendida, mas em breve será realizada a pesagem oficial. Esta apreensão está sendo considerada a maior apreensão de entorpecente já realizada em Santa Catarina, pelas forças policiais. O destino da droga seria para a Grande Florianópolis.

O caminhão era conduzido por um homem de 35 anos, residente em São Bonifácio, não possuía antecedentes criminais. As equipes de trabalho realizaram acompanhamento e transbordo da carga de milho em Lauro Muller, e após, o condutor, caminhão e entorpecente foram conduzidos até a sede da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), onde o titular da DENARC, Delegado Pedro Henrique de Paula e Silva Mendes, autuou em flagrante o condutor do caminhão pela prática do crime de tráfico de drogas.

Participou da coletiva, representantes da Receita Federal, Inspetor-Chefe Substituto Marcos Antônio Vigh; Polícia Rodoviária Federal, o Inspetor e Chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização, Adriano Xavier e da Polícia Civil, Titular da DENARC, Delegado Pedro Henrique de Paula e Silva Mendes e o Diretor da DEIC, Delegado Adriano Krul Bini, onde foi ressaltada a importância da integração e cooperação para realização de trabalhos conjuntos em prol da sociedade catarinense.

Publicidade