Polícia de SC identifica adolescente que disseminava ódio e conteúdo nazista

Publicidade

A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou a Operação “Sertão”, cumpriu buscas, apreendeu arma e identificou o suspeito de ter praticado crimes de ódio por meios cibernéticos. Durante a diligência, foi identificado um adolescente de 15 anos com ligação com o grupo criminoso que disseminava conteúdo nazista e racista e promovia ataques a reuniões virtuais em várias regiões do Brasil. Ele foi descoberto após rastreio do endereço de internet (IP) usado para propagar as mensagens.

Pistola apreendida na casa do menor de idade (Foto: Polícia Civil)

A ação ocorreu nesta segunda-feira (8), nos municípios de Petrolina e Belém do São Francisco, ambos no interior do Estado de Pernambuco, e foi coordenada pela 6ª e 7ª Delegacias de Polícia de Joinville. Foram cumpridos três mandados de busca expedidos pela Justiça, os quais tinham por objetivo a coleta de elementos de interesse da investigação em curso, pela prática de crimes de ódio por meios cibernéticos.

Continua após a publicidade

Leia também:

Polícia Civil prende traficante em Florianópolis com R$ 15 mil em espécie

Ladrão que fez ‘arrastão’ em bairros de São José pega 22 anos de prisão

Em Joinville, o alvo escolhido foi um professor universitário que atuava como palestrante por videoconferência. O adolescente, acompanhado de seu responsável, confessou sua participação no ataque promovido em Joinville. Durante as buscas foram apreendidos 02 hard drives, 01 celular e 01 pistola.

Participaram as equipes da Polícia Civil do Estado de Pernambuco (Delegacias de Polícia da 214, 188 e 187, circunscrição – Petrolina, Belém do São Francisco e Floresta), Diretorias de Inteligência das Polícias Civis de Santa Catarina e Pernambuco e Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville.

Notícias no WhatsApp? Clique aqui: https://chat.whatsapp.com/LcIjuTus86K53EQX4uT80w

Publicidade