Polícia deflagra operação contra facção criminosa em São José

Publicidade

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, deflagrou uma operação, após três meses de investigações, na última terça-feira, 30, com o objetivo de prender integrantes de uma facção criminosa que vinha impondo a lei do silêncio e do terror na comunidade de Vila Formosa, em São José, na Grande Florianópolis.

Continua após a publicidade

Crimes como o tráfico de drogas e homicídios também faziam parte da ação dos criminosos na comunidade. Foi preso um homem, de 28 anos, com uma arma e considerado o mandante de um homicídio, ocorrido em janeiro deste ano, em que cinco pessoas teriam participado e uma mulher de 18, considerada a companheira do atirador desse crime. Com ela foi apreendido dois carregadores de pistola 9 mm e também drogas e artefatos para o tráfico.

Segundo o Delegado Manoel Job Teixeira Galeno, a população não contribuiu com a investigação, pois tal grupo tocava o terror desfilando com armas e acessórios. “Além disso, costumeiramente ameaçavam a todos que falavam com a polícia. Contudo, através do excelente e rápido trabalho de IGP de Florianópolis no qual realizou a extração das informações do celular da vítima chegou-se a revelar como homicídio aconteceu”, explica.

O Delegado disse ainda, que dois investigados conseguiram escapar pela janela embrenhando-se na mata fechada e outros dois não se encontravam na comunidade. “Destaca-se falar da dificuldade de se incursionar naquele terreno fechado de mata tendo em vista que as casas dos alvos eram juntas a mata nativa que serve de refúgio toda vez que uma viatura é avistada pelos traficantes”, concluiu.

A operação contou com o apoio da 1ª, 2ª, 3ª DP de São José, Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico (DENARC/DEIC), canil de São Lourenço do Oeste, DPCAMI de São José, Central de Investigação do Continente (CICON) e Instituto Geral de Perícias (IGP) da Capital.

Publicidade