Policiais de SC entram em alerta após ‘salve’ do PCC para ataques

Publicidade

Os policiais civis e militares de Santa Catarina entraram em alerta máximo esta noite, após receberem a informação de que o PCC teria ordenado ataques em série às forças de segurança e a prédios públicos em comemoração à data de aniversário de fundação da facção – que ocorre nesta quinta-feira,  31 de agosto.

A informação foi confirmada ao Biguá News por duas fontes – uma da Polícia Civil e outra da Militar. Todos os policiais estão em alerta, pois nesse tipo de ação criminosa não existe alvo definido.

Continua após a publicidade

A execução a tiros de um policial militar da reserva nesta quarta-feira à noite, em Camboriú, no litoral norte do Estado, faria parte desta ação do PCC. O militar estava em frente a uma panificadora e foi morto com três tiros à queima-roupa.

O coronel Araújo Gomes, subcomandante da Polícia Militar de Santa Catarina, deslocou-se agora à noite para aquela cidade, para participar das ações de inteligência da PM.

A polícia também investiga se o assassinato de um policial militar em Joinville, na última segunda-feira, tem relação com essas ações do PCC no Estado.

Publicidade