Prefeitura inicia Programa de Desenvolvimento Econômico Local junto com Acibig e CDL

Publicidade

O primeiro passo para a elaboração de uma estratégia sustentável de otimização da capacidade de desenvolvimento do município foi dado na noite de quinta-feira (28). A Prefeitura de Biguaçu, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu (Acibig) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), realizou a apresentação do relatório da Análise Situacional Sustentável de Biguaçu e das etapas de trabalho do Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL).

Prefeito Salmir da Silva destaca importância da participação da população no programa (Foto Fernando Mendes)

A partir dos dados levantados pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), através de pesquisas e das 71 entrevistas realizadas com representantes do setor público, produtivo e sociedade civil organizada, serão desenvolvidas políticas e ações com o objetivo de instituir um modelo de gestão, que possibilite a continuidade dos projetos de interesse da comunidade, contribuindo para a exploração de potencialidades e crescimento da cidade.

Continua após a publicidade

O diagnóstico foi produzido pelos consultores do DEL: Aline Nandi, Mariane Bergmann, Evandro Lembi, Joclelia Alves e Osmar Vicentin.

(Foto Fernando Mendes)

Outras importantes parceiras para a implementação do programa em Biguaçu, são a Universidade Federal de Santa Catarina e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária.

A identificação de pontos fortes e fracos e a implantação desses mecanismos, proporcionarão a médio e longo prazo o fortalecimento dos setores como o do agronegócio, indústria, comércio e serviços e visa também melhorar o relacionamento entre os setores público e privado.

O DEL também objetiva promover melhorias no ambiente para novos investimentos, aumentar a produtividade e competitividade dos negócios locais, com vantagens tanto para os empreendedores quanto para os trabalhadores. E essas metas deverão ser alcançadas com a participação dos agentes envolvidos, suas percepções e adesão.

Segundo o prefeito Salmir da Silva,”essa ferramenta será utilizada e planejada pela cidade como um todo, pelas pessoas que aqui residem e que querem ver a evolução de Biguaçu. O processo transcende um mandato, uma gestão e deve ser continuado nos próximos anos, para que no futuro outras gerações tenham orgulho de fazer parte dessa história. E com tudo o que foi apresentado nessa noite, temos certeza de que possuímos muitas oportunidades para crescer e oferecer uma melhor qualidade de vida para a nossa população”.

Para a continuidade das atividades do programa, serão necessárias algumas definições quanto às equipes que trabalharão na aplicação da metodologia e concepção dos projetos. As próximas etapas previstas são:

A aprovação da lei que cria o Conselho e o Fundo de Desenvolvimento, procedimento previsto para o mês de agosto;

Posse e treinamento do Conselho, ainda em agosto;

Definição e estruturação das Câmaras Técnicas, formadas por voluntários, nos meses de agosto e setembro;

Também nos próximos dois meses, ocorre o treinamento do Agente de Articulação, que fará a coordenação das rotinas e projetos do DEL e a comunicação interna e externa. A função será desempenhada pelo diretor geral de Desenvolvimento Econômico, Antonio Carlos de Azevedo.

Também participaram do evento de apresentação o secretário de Desenvolvimento Econômico, André Leal, o presidente da Câmara Municipal, Lucas Rosa Vieira, secretários municipais, vereadores e representantes da Acibig e CDL e empresários do município.

Veja o diagnóstico completo no site: www.bigua.sc.gov.br.

Publicidade