Prefeitura de Biguaçu prepara licitação para acabar com falta de remédios

Publicidade
Ângelo: 'Desabastecimento vai acabar'
Ângelo: ‘Desabastecimento vai acabar’

A Prefeitura de Biguaçu está preparando um edital de licitação para a compra de remédios para as Unidades Básicas de Saúde (UBS). A intenção é acabar com a falta de medicamentos – problema que está instalado no município desde o segundo semestre de 2015.

O secretário de Saúde, Ângelo Ramos Vieira, disse, ao Biguá News, que a deficiência no abastecimento ocorreu por parte da empresa responsável por esse serviço. No entanto, a partir de agora, a própria Secretaria vai gerir cerca de R$ 100 mil por mês de remédios.

Continua após a publicidade

“Dentro de 30 dias vai acabar essa falta de medicamentos. Serão cerca de R$ 1,2 milhão por ano no estoque, mesmo com essa crise financeira que aí está instalada”, comentou.

Ângelo garantiu que as prateleiras de todas as UBS serão contempladas com medicamentos, inclusive aquelas do interior do município. “Este será um problema solucionado de uma vez por todas, dentro de alguns dias”.

A Prefeitura também está licitando um lote de R$ 150 mil em remédios específicos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas. O edital para essa compra já foi lançado e o fornecedor deve ser conhecido em breve.

O desabastecimento das farmácias das UBS é uma das principais reclamações dos biguaçuenses, com relação à administração municipal. Quase que diariamente chegam informações de que os pacientes vão aos postos de saúde com as receitas para solicitar os medicamentos, mas voltam para casa sem receber os remédios indicados pelos médicos.

Publicidade