Prefeitura de Biguaçu vistoria obras do sistema de esgotamento sanitário

Publicidade

A Prefeitura de Biguaçu, através do prefeito Ramon Wollinger e de secretários, realizou, nesta quarta-feira (22), visitas nas obras de implementação do sistema de esgotamento sanitário no município. As ruas visitadas foram: Hermógenes Prazeres, localizada no bairro Centro, e a rua Clovis de Medeiros e Silva, localizada no bairro Rio Caveiras, informa a assessoria.

Clovis de Medeiros e Silva, localizada no bairro Rio Caveiras - Foto Kleber Damásio SECOMSerão assentados aproximadamente 41 km de rede coletora e realizadas 4.322 ligações domiciliares. O sistema terá ainda cinco estações elevatórias e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com capacidade para tratar até 78 litros por segundo de esgotos nesta primeira etapa de funcionamento.

Continua após a publicidade

A implantação do sistema de esgoto abrangerá a área urbana de maior concentração populacional do município, composta pelos bairros Mar das Pedras, Morro da Bina, Praia João Rosa, Centro, Saveiro, Rio Caveiras e Universitário.

“As obras de saneamento são muito importantes. Sabemos que causam impacto e muitas vezes incômodos temporários, mas se trata de investimento na saúde da população. Um investimento que poucos municípios tiveram a capacidade de garantir recursos para sua realização. Nosso objetivo com estas visitas é observar de perto o andamento das obras, estreitar os canais de comunicação com a Casan e a empresa contratada, de modo a garantir execução da obra com máxima tranquilidade possível”, declarou o prefeito Ramon Wollinger.

Além do prefeito, estiveram presentes o secretário de Planejamento e Gestão, Matheus Hoffmann Machado, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Transportes, Jimmiy Silveira, a superintendente de engenharia, Gê Ronconi, o engenheiro e  gerente de contrato da Construtora Elevação, Alan Diou de Assis, o chefe de fiscalização de obras da casan, Adalberto Cunha Junior, o responsável por fazer a drenagem pela empreiteira PLM, José Silveira, o instalador hidráulico, Marcelo Osvaldo nascimento, e o gerente da Casan, João José Cordeiro.

As obras de saneamento são muito importantes para a saúde da população - Foto Kleber Damásio SECOM

Publicidade