Prefeitura de Florianópolis afirma que estoque de vacinas começa a ser normalizado

Publicidade

Assessoria

O Ministério da Saúde continua atrasando o abastecimento de algumas vacinas em todo o país, mas algumas delas voltam a ser oferecidas a partir da semana que vem na rede de saúde. Enquanto o fornecimento não é regularizado pelo Governo Federal, a Secretaria de Saúde de Florianópolis criou uma estratégia para controlar os estoques, levando a vacinação para locais de referência em todas as regiões da Capital.

Continua após a publicidade

Confira como estará o fornecimento de vacinas na próxima semana:

Hepatite B: Embora o Município tenha recebido esta vacina em seu último abastecimento, a situação ainda não está normalizada. Será realizado o resgate das listas de espera já elaboradas pelas unidades para aplicação em recém-nascidos e priorização da aplicação em primeira instância dos grupos de risco.

DT: Embora o município tenha recebido esta vacina em seu último abastecimento, a situação ainda não está normalizada. Prioridade para pacientes feridos e gestantes.

Verorab: Devido ao baixo fornecimento de doses pelo Estado, o município retornará a distribuir novamente para as referências até a regularização:

Centro: Centro de Saúde Centro

Continente: Centro de Saúde Capoeiras e Centro de Saúde Monte Cristo

Leste: Centro de Saúde Lagoa e Centro de Saúde Saco Grande

Norte: Distrito Sanitário Norte

Sul: Centro de Saúde Costeira e Centro de Saúde Tapera

Vacina DTP e DTPa (infantil): Estoque zerado. Para crianças de 15 meses a 4 anos de idade está sendo utilizada a pentavalente. DTPa (infantil) deve ser avaliado cada caso.

DTPa gestante: Estoque zerado. Unidades de saúde organizam listas de espera até que seja normalizado.

Publicidade