Prefeitura e Fatma tratam de licença provisória da dragagem do rio Biguaçu

Publicidade

O prefeito de Biguaçu, Ramon Wollinger, participou de reunião com o presidente da Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Alexandre Waltrick Rates, para tratar sobre o licenciamento do projeto de fixação da barra do rio Biguaçu, no qual está prevista a dragagem e construção de molhes de proteção nas margens. Na oportunidade, o presidente da Fatma explicou que o projeto se encontra em análise e que a expectativa é de que o licenciamento seja finalizado até o fim deste ano.

Prefeito de Biguaçu Ramon Wollinger em reunião na Fatma para tratar sobre o Projeto Molhes do Rio Biguaçu - Foto Matheus Richartz SECOMDurante a reunião, foi exposta a preocupação quanto à previsão de fortes chuvas em função do fenômeno “El Niño”. “Como a foz do rio está muito assoreada, estamos trabalhando na prevenção, já que a previsão é de muita chuva nos próximos meses. ”, afirmou o prefeito Ramon.

Continua após a publicidade

Diante disso, o presidente da Fatma solicitou ao prefeito que seja remetido um ofício à fundação solicitando a licença provisória para a autorização de trabalhos de dragagem de manutenção.

O prefeito Ramon destaca que o município está seguindo à risca as determinações ambientais para poder lutar pelo projeto em Brasília, junto ao Ministério da Integração Nacional. “A concretização desse projeto irá reduzir os alagamentos causados pelas enchentes e a maré alta no município, complementando assim as obras de Macrodrenagem Urbana, proporcionando maior vazão das águas, além de permitir e melhorar a navegabilidade de embarcações ligadas a atividades de pesca e lazer”.

Estiveram acompanhando o prefeito a superintendente da Fundação de Meio Ambiente de Biguaçu (Famabi), Andréa Felipe, e a superintendente de Engenharia, Ge Ronconi. A Polícia Federal foi representada por Anderson Ariás Moreira, do Núcleo Especial de Polícia Marítima (NEPOM), pois a instituição tem interesse operacional com a obra, já que irá beneficiar os trabalhos de monitoramento e segurança da região realizado com embarcações. Também participaram os diretores da Marina Pier 33 Luiz Feubak e Jackson Feubak.

Publicidade