Procuradoria Fiscal de Santa Catarina tem novo procurador chefe

Publicidade

Assessoria

O procurador do Estado Bruno de Macedo Dias assume, nesta segunda-feira, dia 1º de fevereiro, a chefia da Procuradoria Fiscal (Profis) – órgão de execução da Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina (PGE). Ele substitui o procurador Juliano Dossena, que estava no cargo desde maio de 2013. O ato de nomeação foi assinado pelo governador Raimundo Colombo e publicado no Diário Oficial.

Continua após a publicidade

A Profis promove a cobrança da dívida ativa estadual, exerce a representação do Estado junto ao Conselho Estadual de Contribuintes e atua em processos judiciais e administrativos que tratem de matéria tributária.
Dias pretende dar continuidade à cobrança da dívida ativa através do protesto em cartório e priorizar as ações contra os grandes devedores do Estado. “A Profis buscará contribuir com a arrecadação estadual neste momento de crise econômica, apertando o cerco sobre os devedores com pendências tributárias milionárias”, afirma.

 Foto: Billy Culleton/PGE
Foto: Billy Culleton/PGE

Breve currículo de Bruno de Macedo Dias

– Natural de Florianópolis, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2005
– É especialista em Direito Processual e Material Civil pelo Cesusc/Esmesc e mestrando em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí e Universidade de Alicante, na Espanha

– Ingressou na PGE em 2010. Inicialmente, foi lotado na Regional de Blumenau, onde exerceu a chefia entre julho e dezembro de 2011

– Após transferência para a sede, na Capital, em 2012, atuou como assessor no gabinete do procurador-geral do Estado, cargo que ocupou até janeiro

– Como professor, lecionou Direito Processual Civil na Universidade Federal do Estado de Santa Catarina (2007-2008). Também no Complexo de Ensino Superior Anita Garibaldi (2009-2010) e Direito Tributário e Processual Civil no Instituto Blumenauense de Ensino Superior (2011)

– Entre 2003 e 2009, trabalhou no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, onde também atuou como secretário jurídico do gabinete da presidência.

Publicidade