Quase 80% das praias catarinenses analisadas estão próprias para banho

Publicidade

O primeiro relatório de monitoramento das praias da temporada de verão 2016/2017, divulgado na tarde desta sexta-feira (2), pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), mostra que 79,4% dos 214 pontos analisados estão próprios para banho. Na Capital, 76% (57) dos locais podem ser aproveitados pelos banhistas. No restante do Litoral,  83,1% (170) estão próprios para banho. O relatório completo está no site da Fatma ou pode ser conferido no aplicativo Praias SC, disponível para Android.

A partir de agora, as coletas, análises e divulgação da qualidade das praias de Santa Catarina passam a ser semanais. Neste ano, a Fatma avalia três pontos a mais que no ano anterior: dois em Governador Celso Ramos e um em Imbituba. “Este é um programa de saúde pública realizado pela Fatma há 40 anos. É feito seguindo as normas do Conselho Nacional do Meio Ambiente, o Conama, por técnicos efetivos capacitados”, explica o presidente da Fundação, Alexandre Waltrick Rates.

Continua após a publicidade

Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia coli, presente em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. “Começamos a colher as amostras para o início da temporada em 31 de outubro. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio”, explica o técnico do laboratório da Fatma, Marlon Daniel da Silva. Além da estrutura da fundação, outros dois laboratórios parceiros contribuem para as análises.

Os pontos analisados são nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Da Barra do Sul, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

Veja o relatório completo clicando aqui.

Claudia De Conto
Fatma

Publicidade