Ramon deixará a Prefeitura de Biguaçu nesta segunda-feira

Publicidade

O prefeito Ramon Wollinger (PSD) deixará a Prefeitura de Biguaçu a partir desta segunda-feira (30), e entregará o comando do município nessa reta final de mandato ao vice-prefeito Vilson Norberto Alves (PP). O anúncio foi feito pelo próprio prefeito em uma live em sua rede social na noite desta sexta-feira (27).

Ramon Wollinger, prefeito de Biguaçu (Foto: Arquivo/Biguá News)

Essa medida praticamente antecipa o fim da gestão Ramon Wollinger em um mês. Com isso, todo o processo de transição para o prefeito eleito Salmir da Silva (MDB), o fechamento dos balancetes do ano 2020, o desligamento dos servidores comissionados, entre outras ações inerentes ao fim do governo, ficarão por conta de Vilson.

Continua após a publicidade

Leia também

Nossa administração irá trabalhar para todos’, diz prefeito eleito de Biguaçu

Daniel detalha motivos que o levaram a apoiar a candidatura de Salmir

Partido montado por Jefinho torna-se a 2ª maior força política de Biguaçu

Ramon garantiu durante a transmissão ao vivo que esse processo já estava combinado com Vilson e afirmou ainda que a transição para o prefeito eleito ocorrerá de forma tranquila e transparente.

Wollinger foi prefeito por seis anos. Ele assumiu o comando de Biguaçu após a renúncia do ex-prefeito José Castelo Deschamps (PP), em dezembro de 2014. Em outubro de 2016, Ramon foi reeleito com uma diferença mínima de 83 votos sobre o ex-prefeito Vilmar Astrogildo Tuta de Souza, do MDB. Nas eleições do último dia 15 de novembro, Ramon apoiou o seu vice prefeito Vilson Alves, que foi derrotado por Salmir por uma diferença superior a 5 mil votos.

Publicidade