Sábado será o ‘Dia D’ de vacinação contra a gripe em Biguaçu

Publicidade

Neste sábado, 19 de junho, a Secretaria Municipal de Saúde promove o Dia D de vacinação contra a Influenza (Gripe). A vacinação será realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, exceto UBS Estiva, UBS Fazenda e UBS Sorocaba de Dentro, das 8h às 16h. Os protocolos de segurança contra a COVID-19 serão seguidos, devendo ser mantido o distanciamento social, a utilização de máscara e a higienização das mãos.

Serão vacinadas as pessoas que fazem parte dos públicos já contemplados em uma das três etapas de imunização, mas que não conseguiram comparecer à UBS da sua região durante o período reservado para o seu grupo.

Continua após a publicidade

Deverá ser apresentado o cartão de vacinação, um documento de identificação com foto e de comprovação da condição de público-alvo.

Neste ano, a campanha de vacinação contra a Gripe coincide com a aplicação das doses contra a COVID-19, que deve ser priorizada. Aqueles que já receberam a vacina contra o Coronavírus terão que apresentar comprovante e se atentar ao intervalo recomendado de 14 dias entre as aplicações dos dois imunizantes. A campanha nacional de vacinação contra a Gripe teve início em 12 de abril.

Quem não conseguir comparecer ao Dia D neste sábado, poderá buscar a vacinação até o dia 9 de julho nas UBS, exceto nas que já foram listadas acima, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13 às 16h.

Veja os públicos que têm direito à vacina contra a Influenza, definidos pelo Ministério da Saúde:

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);

– Gestantes;

– Puérperas (mulheres que tiveram filho recentemente);

– Povos indígenas;

– Trabalhadores da saúde;

– Idosos com 60 anos ou mais;

– Professores das escolas públicas e privadas;

– Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;

– Pessoas com deficiência permanente;

– Forças de segurança e salvamento (policiais e bombeiros);

– Forças armadas;

– Caminhoneiros;

– Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;

– Trabalhadores portuários;

– Funcionários do sistema prisional;

– Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;

– População privada de liberdade.

Publicidade