Santa Catarina tem o maior aumento no custo da construção civil em 12 meses

Publicidade

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) de outubro, divulgado nesta sexta-feira (6), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), aponta que Santa Catarina registra o maior aumento nos preços em todo o país, no acumulado dos últimos 12 meses, com índice de 10,12%. A escalada dos custos foi quase o dobro de Minas Gerais (5,33%) e praticamente o triplo do Rio de Janeiro (3,76%).

O valor por metro quadrado para erguer uma obra no Estado é de R$ 1.051,04, segundo o IBGE, considerando a desoneração da folha de pagamento de empresas do setor da construção civil. A parcela para comprar os materiais é calculada em R$ 569,36 e os outros R$ 481,68 relativos à mão de obra. Mas, sem a retirada dos impostos dos salários, o preço por m² vai a R$ 1.133,51 – que também é o mais alto do território nacional.

Continua após a publicidade

Entre janeiro a outubro de 2015, o incremento no Sinapi em SC foi de 8,75% – também o maior do Brasil. Em âmbito nacional o resultado está em 5,14%. De acordo com o IBGE, o Sinapi de outubro, para as obras feitas no Estado, teve leve recuo de -0,10%. A diminuição quase imperceptível também foi verificada em cerca de 50% dos estados brasileiros. Na outra parte, teve leve aumento.

Preço da mão de obra foi calculado em R$ 481 por metro quadrado em outubro
Preço da mão de obra em SC foi calculado em R$ 481 por metro quadrado em outubro

Média Nacional

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em setembro fechou em R$ 957,63, passou para R$ 960,17 em outubro, sendo R$ 513,41 relativos aos materiais e R$ 446,76 à mão de obra. A parcela dos materiais apresentou variação de 0,18%, caindo 0,14 pontos percentuais em relação ao mês anterior (0,32%). A mão de obra registrou variação de 0,37% e ficou 0,17 ponto percentual acima da taxa de setembro (0,20%). Os acumulados do ano são 3,25% (materiais) e 7,41% (mão de obra), sendo que, em 12 meses, ficaram em 3,68% (materiais) e 8,87% (mão de obra), respectivamente.

Publicidade