São José firma parceria com Sebrae para implantação da cidade empreendedora

Publicidade

O prefeito de São José, Orvino Coelho de Ávila, firmou parceria com o Sebrae para implantação da cidade empreendedora no município. O programa vai integrar as ações do Avança São José para recuperar a saúde financeira dos empreendedores que sofreram os impactos da pandemia de Covid-19.

“Mais do que nunca a cidade precisa de modernização e facilitar os acesos à Prefeitura. Temos certeza que vamos avançar e melhorar a vida das pessoas com a grande equipe que temos, esse apoio e parceria, vamos avançar nesse trabalho”, pontuou Orvino.

Continua após a publicidade

O vice-prefeito Michel Schlemper destacou estar animado para trazer para o Município a inovação, a desburocratização e a informatização dos processos para o empreendedorismo. “Essa soma de esforços e conhecimentos será fundamental para a cidade no processo de recuperação”.

O Consultor do Sebrae, Carlos Karam, apresentou durante o evento, a base do Programa Cidade Empreendedora, que são a liderança, sala do empreendedor, compras públicas desburocratização e educação empreendedora. As ações são diferenciais para atrair as empresas e fomentar o desenvolvimento da cidade.

Para o Diretor Técnico do Sebrae Luciano Pinheiro, o programa Cidade Empreendedora tem o objetivo de ajudar as pequenas empresas e melhorar os negócios da cidade. “A vinda do programa área a cidade é para melhorar significativamente os negócios. Todos os eixos vão ser trabalhados para, assim, gerar mais empregos e renda em São José”.

O Programa Cidade Empreendedora é uma iniciativa do Sebrae que integra gestão pública e pequenos negócios em um ambiente de oportunidades, para estimular a economia local e desenvolver os municípios. Essas políticas públicas são possíveis através das soluções estruturais que permitem uma estrutura sólida e que resulta numa Gestão Empreendedora, além disso o programa apresenta soluções que podem ser selecionadas pelo município, de acordo com as demandas e necessidades identificadas.

Elas incluem desburocratização de processos na administração pública, estímulo ao empreendedorismo na rede municipal de ensino e capacitação de pequenos fornecedores para participação em compras de produtos e serviços feitas pelo governo.

Publicidade