Secretaria de Fazenda fiscaliza 2.5 mil varejistas em Santa Catarina

Publicidade

A fiscalização da Secretaria de Estado da Fazenda encerrou, nesta quinta-feira,  3 de dezembro, a operação “Amigo Oculto” – a maior ação fiscal presencial da sua história. Uma equipe de 240 auditores fiscais visitou 2.500 varejistas nos principais shoppings e ruas de comércio de 45 cidades do Estado. Só em Florianópolis, onde atuarão 60 auditores fiscais, a meta era fiscalizar mais de 600 estabelecimentos durante a operação.

“O fisco catarinense está mobilizado para garantir que todos os contribuintes cumpram com suas obrigações fiscais. É uma questão de justiça fiscal com quem paga os impostos em dia”, afirma o secretário Antonio Gavazzoni. O trabalho foi coordenado pelo Grupo Especialista Setorial de Automação Comercial (GESAC) com apoio das Gerências Regionais da Fazenda.

Continua após a publicidade

Os fiscais verificaram a regularidade dos equipamentos e aplicativos que permitem os controles das operações de vendas do comércio varejista, intensificados no período natalino. Os contribuintes foram selecionados previamente com base em dados de comercialização, entradas de mercadorias, meios de pagamento eletrônicos e utilização de recursos de automação comercial registrados no Sistema de Administração Tributária.

Os auditores fiscais também fizeram o controle sobre as irregularidades identificadas nas últimas operações. “Muitas vezes o contribuinte é notificado, intimado a regularizar sua situação, e ainda assim identificamos que a situação não se modificou. Neste caso, ele torna-se reincidente e pode ser desenquadrado do Simples Nacional, além de ter a multa elevada”, afirma Rogério de Mello, auditor fiscal do GESAC.

As informações são da assessoria.

Publicidade