Secretaria de Saúde de Biguaçu promove 11º Mutirão de Saúde da Mulher

Publicidade

Nesta semana, de 17 a 22 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde de Biguaçu, em parceria com o Instituto de Saúde e Educação Vida (Isev) Biguaçu, promove atendimentos voltados à saúde da mulher.

O ponto alto será no sábado (22), quando todas as Unidades Básicas de Saúde do Município estarão abertas das 8h às 12h e das 13h às 17h, especialmente para atender àquelas mulheres que, devido à jornada de trabalho, não podem comparecer a unidade básica de saúde em horário normal de funcionamento. As munícipes interessadas em realizar os exames devem procurar a unidade de saúde do seu bairro, com o cartão do SUS e o Cartão Nacional de Saúde.

Continua após a publicidade

As unidades estarão disponibilizando exame preventivo de câncer de colo de útero e exame clínico das mamas com livre demanda, sem necessidade de agendamento prévio, bem como a solicitação de mamografias para mulheres acima de 40 anos, conforme avaliação do enfermeiro ou médico. Essa ação tem o objetivo de promover a prevenção do Câncer de Colo Útero e do Câncer de Mama.

Saúde da Mulher

O prefeito de Biguaçu, Ramon Wollinger, destaca que “os exames realizados neste dia, são essenciais para a saúde da mulher, sendo a forma mais eficaz de prevenir e detectar precocemente o câncer de colo de útero e de mama. Sendo assim, arrumar tempo para cuidar da saúde não é um luxo e sim uma necessidade”.

O sábado será um dia de atendimento exclusivo à saúde da mulher, com o objetivo de conscientizar e orientar quanto à importância de a mulher cuidar de sua saúde, bem como de prevenir e detectar infecções e alterações nas células do colo do útero, aumentando as chances de recuperação e cura, pois toda mulher merece e tem direito à saúde de qualidade.

O secretário Municipal de Saúde, Gabriel Arthur Loeff, afirma que “o exame é necessário mesmo que a paciente não esteja apresentando nenhum sintoma, pois toda mulher que tem ou já teve vida sexual, deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. Vale Lembrar que tão importante quanto fazer o exame é pegar o resultado e, se necessário, seguir à risca o tratamento”.

Precauções para realização do exame

Para evitar que o material coletado esteja contaminado ou danificado durante a análise, alguns cuidados são necessários antes da realização do exame: não manter relações sexuais dois dias antes do exame; não usar duchas íntimas, cremes ou medicações vaginais dois dias antes do exame; e o ideal é realizar a coleta até sete dias antes do início da menstruação, ou sete dias após o término do fluxo menstrual.

Carolina Rech – Assessora de Comunicação do Isev

Publicidade