Sesc começa a atender mulheres em Biguaçu com exames preventivos

Publicidade
unidade começou a atender as mulheres encaminhadas pelos postos de saúde (Foto: Biguá News)
Unidade começou a atender as mulheres encaminhadas pelos postos de saúde (Foto: Biguá News)

A unidade móvel Sesc Saúde Mulher começou, nesta segunda-feira à tarde, em Biguaçu, a oferecer gratuitamente mamografia digital, exame citopatológico (papanicolau que previne o câncer de colo uterino) e teste de monoximetria (avaliação respiratória relacionada aos fatores de risco de câncer), além de diversas ações educativas para a promoção em saúde. O caminhão – com consultório e laboratório – está no estacionamento da Secretaria de Saúde (anexo Policlínica), na rua Emídio Amorim Veríssimo, 114, bairro Praia João Rosa.

O diretor de programação social do Sesc em Santa Catarina, Eduardo Makowiecki Júnior, disse, ao Biguá News, que há um volume expressivo de pessoas do sexo feminino no município que necessitam realizar os exames preventivos e que essa é uma oportunidade para fazê-los. “Dados do IBGE mostram que apenas 25% das mulheres com indicação de mamografia fizeram [exames]  aqui em Biguaçu, e apenas 15% das indicações para exames de colo de útero. A unidade do Sesc Saúde Mulher possui equipamentos e estrutura para atender essas pessoas. É importante realizar os exames para ter um diagnóstico precoce, pois isso eleva o número de curas da doença”, comentou.

Continua após a publicidade

O prefeito Ramon Wollinger (PSD) pontuou que Biguaçu é o primeiro município de Santa Catarina a ter esse projeto, ressaltando ainda a importância de a Prefeitura Municipal em dar o suporte para a vinda do Sesc Saúde Mulher. “Espero que essa unidade móvel possa ajudar a salvar muitas vidas. E convido as mulheres do município a fazer os exames preventivos. É comprovado que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura de um câncer, então as pessoas precisam usar essa estrutura aqui do Sesc, que é gratuita”, disse.

Para o presidente da Associação dos Amigos e Pacientes com Câncer de Santa Catarina (Aspac), João Vianei, o programa do Sesc é muito importante, “pois realiza um prognóstico e se a mulher for diagnosticada, será no começo, o que é fundamental para o tratamento. É mais fácil debelar um câncer no início, do que após estar estabelecido. Então, que as mulheres venham fazer os exames”, pediu.

O programa atenderá em Biguaçu durante 48 dias (até 15 de abril)  e a meta do Sesc Saúde Mulher é realizar, por dia, uma média de 24 exames de mama e 26 de colo de útero, totalizando 1.152 mamografias e 1.248 papanicolaus. A unidade atenderá as mulheres com dificuldade de acesso a estes serviços de saúde. Os exames, agendados previamente nas unidades básicas de saúde do município, serão feitos por uma enfermeira, uma educadora em saúde e por duas técnicas de radiologia.

Publicidade