Sesc começa hoje em Biguaçu a fazer mamografia e papanicolau gratuitos

Publicidade
Caminhão está equipado para fazer os exames (Foto: Sesc)
Caminhão está equipado para fazer os exames (Foto: Sesc)

A unidade móvel Sesc Saúde Mulher começa, nesta segunda-feira, a partir das 13h30, em Biguaçu, a oferecer gratuitamente mamografia digital, exame citopatológico (papanicolau que previne o câncer de colo uterino) e teste de monoximetria (avaliação respiratória relacionada aos fatores de risco de câncer), além de diversas ações educativas para a promoção em saúde. O caminhão – com consultório e laboratório – está no estacionamento da Secretaria de Saúde (anexo Policlínica), na rua Emídio Amorim Veríssimo, 114, bairro Praia João Rosa.

O programa atenderá em Biguaçu durante 48 dias (até 15 de abril)  e a meta do Sesc Saúde Mulher é realizar, por dia, uma média de 24 exames de mama e 26 de colo de útero, totalizando 1.152 mamografias e 1.248 papanicolaus. A unidade atenderá as mulheres com dificuldade de acesso a estes serviços de saúde. Os exames, agendados previamente nas unidades básicas de saúde do município, serão feitos por uma enfermeira, uma educadora em saúde e por duas técnicas de radiologia.

Continua após a publicidade

Biguaçu é a primeira cidade de Santa Catarina a receber o projeto em 2016. Ao longo do ano, a unidade vai circular em diferentes municípios do Estado. “A Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher se traduz na essência da interiorização da missão do Sesc, que é cuidar do bem-estar e da qualidade de vida da população. É com grande satisfação que entregamos este projeto pioneiro em Santa Catarina. Com essa ação, reforçamos o serviço de saúde no Estado e contribuímos para a detecção precoce de várias doenças, colaborando para a melhoria da saúde das mulheres catarinenses”, afirma Eduardo Makowiecki Júnior, diretor de programação social do Sesc em Santa Catarina.

“O Sesc Saúde Mulher está equipado com o que há de mais moderno em termo de tecnologias de mamografia e suas aplicações para o diagnóstico do câncer de mama. O mamógrafo é digital o que proporciona um melhor desempenho para avaliação do resultado e como a imagem fica disponível rapidamente, facilita o procedimento para a paciente e para toda a equipe”, declara Jéssica da Luz Pereira Pucci, coordenadora de saúde do Sesc em Santa Catarina. “Dentre os pontos reportados, podemos destacar o fato de que a realização da mamografia pode salvar muitas vidas, principalmente em pacientes em que o tumor que está nos estágios iniciais”, finaliza Jéssica.

As informações são do Sesc.

Publicidade