Trabalho de conscientização e combate ao câncer de cabeça e pescoço são intensificados

Publicidade

Da Assessoria – 27 de julho é o Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço. E como forma de intensificar o combate e a conscientização sobre a doença, que é caracterizada pelo aparecimento de lesões que atingem a cavidade nasal, os seios da face, a boca, a língua e a faringe, a Secretaria Municipal de Saúde irá promover uma série de ações voltadas ao diagnóstico precoce e tratamento adequado.

A primeira iniciativa será a divulgação de conteúdos a respeito do processo de identificação dos primeiros sintomas. Todo o material foi desenvolvido pela equipe do Centro de Especialidades Odontológicas de Biguaçu (CEO), com base nas diretrizes do programa Brasil Sorridente, do Ministério da Saúde, e estará disponível a partir desta sexta-feira (23) em formato digital nas redes sociais e site da Prefeitura, bem como em formato impresso a ser distribuído em todas as unidades de Saúde do município.

Continua após a publicidade

Já na segunda-feira (26) será veiculado um vídeo com orientações do cirurgião e traumatologista bucomaxilofacial, Alexandre Bion Zattar, sobre a prevenção, os locais onde buscar suporte, o tratamento e demais informações sobre as atividades a serem elaboradas no restante da semana.

Na terça-feira (27) os trabalhos iniciam de forma efetiva com o curso de capacitação para dentistas e técnicos em Enfermagem responsáveis pelos atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que irá ocorrer no período da manhã. À tarde, os profissionais estarão à disposição das pessoas que identificarem algum sintoma e caso haja suspeitas mais graves, esses pacientes serão encaminhados para o CEO para serem analisados pelo especialista.

Esse procedimento deve ser realizado durante toda a semana e se tornará fixo e prioritário, dentro da rotina de atendimentos odontológicos de urgência e emergência no município.

Sintomas do Câncer de Cabeça e Pescoço

De acordo com informações repassadas pelo cirurgião dentista e diretor da Odontologia, Vitor Locks,” os sintomas de câncer na região de cabeça e pescoço podem incluir o aparecimento de um nódulo, uma ferida que não cicatriza, dor de garganta que não melhora, dificuldade para engolir e alterações na voz ou rouquidão. Entretanto, é essencial conversar com um dentista e/ou médico para ter um diagnóstico preciso”.

Outros sintomas que podem indicar a presença de um tumor em distintas regiões da cabeça e do pescoço são:

  • Cavidade Oral –Uma mancha branca ou vermelha na gengiva, língua ou no revestimento da boca. Inchaço da mandíbula tornando as dentaduras desconfortáveis, e hemorragias ou dor na boca;
     
  • Faringe –Dificuldade para respirar ou falar, dor ao engolir, dor insistente no pescoço ou garganta, dores de cabeça frequentes, dor ou zumbido nos ouvidos ou problemas de audição;
     
  • Laringe – Dor ao engolir ou dor de ouvido;
  • Seios Paranasais e Cavidade Nasal –Seios paranasais obstruídos, infecções crônicas que não respondem ao tratamento com antibióticos, sangramento pelo nariz, dores de cabeça frequentes, inchaço nos olhos, dor nos dentes superiores ou problemas com as próteses dentárias;
     
  • Glândulas Salivares –Inchaço sob o queixo ou ao redor do osso maxilar, dormência ou paralisia dos músculos da face, dor na face, queixo ou pescoço que não melhora.

Causas e prevenção

Entre os hábitos e fatores elencados como possíveis causadores da doença estão o tabagismo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, a má higiene bucal, a obesidade, a exposição à radiação, fuligem e à agrotóxicos e o sexo oral sem proteção.

Desta forma, para se proteger é necessário manter a higiene oral, não fumar, evitar o consumo de excessivo de álcool, fazer o uso de equipamentos adequados ao manusear agrotóxicos, evitar a exposição à radiação, evitar o uso de drogas e fazer o uso de preservativos garantindo a não contaminação pelo vírus do HPV.

Publicidade