Uber anuncia início das operações em Florianópolis a partir de sexta-feira

Publicidade

Florianópolis terá o serviço do Uber a partir da tarde desta sexta-feira (30), anunciou a empresa. Pelo serviço, passageiros podem pedir serviço de transporte privado através de aplicativo. A Secretaria Municipal de Mobilidade afirmou em nota que a legislação atual não permite o serviço. A informação é do G1.

Florianópolis vai ser a 24ª cidade brasileira a receber o serviço, que estará disponível a partir das 14h desta sexta. Pessoas que não são taxistas podem fazer o transporte de passageiros, desde que atendam aos critérios da empresa.

Continua após a publicidade

“É preciso cadastrar os documentos pessoais, passar por uma avaliação de antecedentes criminais, cadastrar os documentos do carro…”, explicou o gerente nacional de comunicação Uber Brasil, Pedro Prochno.

O preço pela corrida será de R$ 2, mais R$ 1,10 por quilômetro e mais R$ 0,20 por minuto.

Concorrência

O sindicato dos taxistas vê o Uber como uma concorrência desleal e diz que os motoristas cadastrados na prefeitura têm investido para melhorar o serviço prestado à população.

“Quando a gente considera que a gente transporta 10 milhões de pessoas em um ano e chegam 250 reclamações em um ano para a prefeitura, o serviço de táxi mudou e muito, para melhor”, disse o diretor social do Sinditáxi, Dario de Almeida Júnior.

O representante da Uber diz que o aplicativo não concorre e sim complementa o transporte público. “Ele traz mais gente para o compartilhamento de modais. Ou seja, propõe que as pessoas deixem o carro em casa e passem a usar formas complementares de transporte”, afirmou o gerente nacional de comunicação.

Regulamentação

Porém, segundo a lei de Florianópolis nenhum veículo pode transportar passageiros sem a licença de tráfego. O Uber se respalda no Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que prevê o transporte privado. Contudo, esse tipo de transporte não tem regulamentação na capital catarinense. Um projeto de lei ainda tramita na Câmara de Vereadores.

O Uber já conseguiu na Justiça o direito de operar em outras cidades e garante que, mesmo sem a regulamentação municipal, tem respaldo para rodar a partir desta sexta-feira em Florianópolis.

Nota da Secretaria de Mobilidade

Em nota, a Secretaria Municipal de Mobilidade informou que “sempre esteve disposta a dialogar. No entanto, nunca fomos procurados para isso. A Câmara dos Vereadores chegou a realizar debates a respeito do assunto, mas a empresa não se fez presente”.

“Atualmente, a legislação não permite esse tipo de serviço, que até o momento configura-se como clandestino. Ressaltamos não ser contrários ou favoráveis a ele, apenas prezamos pelo respeito à legislação vigente”, continua a nota.

Publicidade