União Europeia aumentará impostos do Facebook e de outras superpotências da tecnologia

Publicidade

Notícia publicada nesta quinta-feira (21) no Wall Street Journal informa que a União Europeia fixou novas medidas que aumentarão os impostos para grandes empresas de tecnologia – o que poderá criar mais atritos com o governo dos EUA. As novas taxas buscam combater os excessos de um pequeno grupo de superpotências da tecnologia, que inclui o Facebook.

Na quarta-feira, a Comissão Europeia propôs um aumento de 3% nos impostos sobre atividades digitais de empresas com lucro global superior a 750 milhões de euros. Os alvos são empresas que possuem “presença digital” – como uma grande base de usuários – em países onde não têm presença física.

Continua após a publicidade

Economistas europeus afirmam que grandes empresas americanas de tecnologia enviam seus lucros para países com impostos mais baixos. Essas empresas, em média, pagam 9,5% de impostos sobre lucros, contra 23,2% das indústrias tradicionais.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook (Foto: EFA)

As propostas foram anunciadas ao mesmo tempo em que o governo de Donald Trump nos EUA propõe novas tarifas para a importação de aço e alumínio.

Publicidade