Veículos serão prensados em SC por comissão do Detran

Publicidade

Após passar por Ituporanga, Joinville e Lages, a operação de descontaminação e prensagem de veículos judiciais, realizada pela Comissão Estadual de Leilão do Detran/SC, retorna a São José. Nessa edição, serão compactados 326 veículos – carros, motos e caminhão – vinculados a processos judiciais e que foram liberados pelos juízes das comarcas da Grande Florianópolis. O objetivo é dar uma destinação ecologicamente correta aos veículos que estão há décadas nos pátios das delegacias, causando problemas de saúde pública e ao meio ambiente.

A descontaminação começou nesta terça-feira, 4, e vai até sexta, 7; a prensagem, está prevista para a próxima semana, no Complexo Administrativo, em São José.

Continua após a publicidade

Inicialmente a equipe dos ferrosos da Comissão de Leilão faz a avaliação, com identificação e seleção dos veículos, em seguida é feito um relatório detalhado de cada item, que segue para apreciação dos juízes, que liberam os veículos para prensagem.

A descontaminação é um processo que retira combustível, óleo do motor, extintor de incêndio, bateria e cilindro de gás natural. Feito isso, a ação termina com o amassamento dos veículos, o que é realizado por uma empresa licitada, por meio de contrato de prestação de serviços firmado com a Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Integrante da Comissão de Leilão e coordenador dos ferrosos, o delegado Adalberto Safanelli, ressalta a importância da conscientização no destino correto dos veículos inservíveis, abandonados, que acabam virando foco de mosquitos e outros animais que proliferam doenças.

“Notamos o contentamento dos vizinhos em presenciar o trabalho da equipe na destinação desses veículos, que agora serão reutilizados como matéria-prima na indústria metalúrgica. Estamos em tratativas para executar a ação em outras localidades, promovendo novos contatos com municípios para avaliarmos a possibilidade de incluí-los no calendário de trabalhos deste ano”, frisou Safanelli.

Após São José, o projeto será levado para Tijucas, onde serão descontaminados e prensados cerca de 200 veículos.

A execução do projeto é possível através do Plano de Trabalho de Cooperação firmado entre Poder Judiciário, Secretaria de Estado da Segurança Pública e Ministério Público do Estado de Santa Catarina, executado pela Comissão Estadual de Leilão do Detran/SC.

Publicidade