Vereador é preso em Santa Catarina por estuprar adolescente

Publicidade

g1O presidente da Câmara de Vereadores de Mondaí, Reneo Staut (PMDB), foi preso na tarde de segunda-feira (29) por ser acusado de estupro de uma adolescente em 2009. Segundo a Polícia Civil, na época do crime ele era professor e secretário de Educação do município. Ele foi encaminhado para Unidade Prisional Avançada (UPA) de São Miguel do Oeste.

“Houve uma condenação em segunda instância e um mandado de prisão foi expedido na sexta-feira (26). Na segunda o presidente da Câmara veio conversar comigo à tarde na delegacia de polícia, não sabia que eu tinha esse mandado, e eu cumpri a determinação”, afirma o delegado Eric Rossada.

Continua após a publicidade

Segundo o delegado, na época o acusado teria levado uma menor de idade para um motel. Após a denúncia, outras alunas de Staut, que na época era professor, também denunciaram situações de assédio sexual.

Conforme o Ministério Público, a Promotoria de Mondaí pediu ao Poder Judiciário a prisão de Staut com base em novo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), que autoriza a execução provisória da pena após a condenação em segunda instância. Ele foi condenado a 24 anos de detenção. Da medida cabe recurso.

O G1 tentou contato com a Câmara de Vereadores de Mondaí para obter informações sobre a perda do mandato ou suplência do cargo de presidente da casa com a prisão, sem sucesso até a publicação desta matéria. Staut (PMDB) foi eleito vereador com 290 votos.

Publicidade