Valdinei Adriano e Josiane Teixeira, pais do jovem Vinícius Adriano, de 15 anos, que faleceu no último domingo de madrugada após ser atingido por um raio enquanto jogava futebol na manhã de sábado (4), estão incentivando o time do Boa Vista a disputar o campeonato metropolitano sub-16 que começa no dia 18 de novembro. Os adolescentes que compõem a equipe estavam cogitando desistir do certame, em virtude do ocorrido.

“Após o lamentável fato acontecido com nosso querido atleta Vinícius nossa equipe não iria mais participar do campeonato, mais a pedido dos pais dele, que insistiram e fizeram questão que nossa equipe participasse desse campeonato, pois era o que o Vinicius mais queria, e não podemos negar um pedido deles”, diz a nota publicada na página do clube de Governador Celso Ramos.

No dia da fatalidade, o Boa Vista fazia um jogo treino com o Beira-Mar, no campo do bairro Prado de Baixo, em Biguaçu, como forma de preparação para o campeonato que iniciará este mês. O tempo estava nublado e um relâmpago caiu no campo. Vários atletas sentiram o choque da descarga elétrica, mas Vinícius foi o mais atingido e sofreu uma parada cardíaca. Foi socorrido, mas não resistiu e morreu no Hospital Florianópolis.

Foto: Divulgação

O primeiro jogo da equipe será no campo do Villa, no bairro Areias de Cima, às 8h30. “Iremos participar e todos os jogos serão por ele, jogaremos com todas nossas forças e dedicação, para honrar a ele”, diz o treinador Mateus Costa Cabral, o “Teco”. Ele informa que o time precisa de apoio e quem puder ajudar pode entrar em contato através da fanpage do Boa Vista.

Publicidade