Ação rápida de policiais salva vida de bebê de 4 meses em Antônio Carlos

Publicidade

Uma criança de apenas quatro meses de idade – que estava sem respirar devido a um afogamento com leite – foi salva, na noite desta quinta-feira (1º), após ação do sargento Luciano e da soldado Priscila, que são lotados no destacamento da Polícia Militar, em Antônio Carlos. Ambos fizeram os procedimentos para desobstruir a garganta e as vias respiratórias do bebê, após a mãe pedir ajuda no meio da estrada.

Conforme o sargento Luciano, ele a soldado Priscila faziam deslocamento rumo à comunidade de Santa Bárbara para averiguar um veículo em atitude suspeita naquela região. Porém, ao passarem pelo bairro Usina, um carro trafegando no sentido contrário parou no meio do caminho e solicitou que a viatura parasse. A mãe do menino desceu desesperada e pediu para a guarnição salvar a vida de seu filho, que havia desfalecido.

Continua após a publicidade

De imediato, Luciano e Priscila saltaram do carro policial e começaram a fazer os procedimentos para desobstruir as vias aéreas da criança, deitando-a de bruços e batendo de leve em suas costas, mas isso não resolveu. Então foi usado o dedo para verificar se tinha algo obstruindo a garganta do bebê e, com essa manobra, ele tossiu. Colocado novamente de bruços e batido em suas costas, uma gosma grossa saiu de sua garganta e ele começou a tossir e chorar, voltando a respirar. “Tal procedimento foi imprescindível para salvar a vida dele“, comenta o sargento Luciano.

Em seguida, a soldado Priscila entrou no carro da família com o bebê no colo para ficar cuidando e monitorando-o para irem ao encontro do Samu, que já havia sido acionado. A viatura da PM, conduzida pelo sargento, e o outro veículo foram em alta velocidade em direção a Biguaçu. “Durante o trajeto foi necessário fazer várias intervenções para a criança continuar respirando, desde batidas nas costas, desobstrução novamente da garganta e até aspiração da secreção do nariz com a boca, não medindo esforços em meio a pandemia para garantir a vida do bebê, até ele voltar a respirar novamente”, diz trecho da ocorrência registrada.

Momento em que a equipe do Samu verifica os sinais vitais da criança

No caminho, na comunidade de Santa Catarina, eles se encontraram com a equipe da guarnição do Samu de Biguaçu. Os socorristas constataram que o bebê já estava com os sinais vitais normais e ele foi encaminhado para o Hospital Infantil Joana de Gusmão.

Notícias grátis no WhatsApp? Clique aqui.

Soldado Priscila e sargento Luciano

Publicidade