Beija-Flor é campeão do carnaval do Rio com um décimo à frente da Paraíso de Tuiuti

Neguinho da Beija-Flor ergue o troféu na Sapucaí (Foto: Alexandre Durão/G1)

A Beija-Flor foi a campeã do carnaval 2018 no Rio de Janeiro, superando em um décimo a Paraíso de Tuiuti, vice-campeã, e o Salgueiro, terceiro lugar. A apuração das notas aconteceu nesta quarta-feira (14), na Marquês de Sapucaí.

A escola de Lilópolis apresentou o enredo “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, baseado no livro de terror Frankenstein, de autoria de Mary Shelley, que completou 200 anos.

Conteúdo impulsionado

Já a do Tuiuti obteve o um histórico vice-campeonato ao mostrar na Sapucaí uma forte crítica ao escravagismo, desde épocas mais antigas até os tempos atuais – abordando a reforma trabalhista aprovada no Brasil em 2017, e que precariza as condições do trabalhador. A escola levou para a avenida uma representação do presidente Michel Temer como “vampiro neoliberalista”.

Professor Leo Morais viveu o presidente vampiro da Tuiuti (Foto: Fernanda Rouvenat/G1)

As escolas de samba foram avaliadas em nove quesitos: alegorias e adereços, bateria, fantasia, samba-enredo, comissão de frente, evolução, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira e enredo. O samba-enredo foi o primeiro usado para estabelecer o desempate entre agremiações que obtiverem a mesma pontuação.

A escola Grande Rio – penalizada com 0,5 ponto por ter estourado o tempo e a Império Serrano – com 0,2 ponto por ter terminado o desfile antes do tempo – foram rebaixadas.

Resultado final

Beija-Flor (campeã): 269,6
Paraíso do Tuiuti: 269,5
Salgueiro: 269,5
Portela: 269,4
Mangueira: 269,3
Mocidade: 269,3
Unidos da Tijuca: 269,1
Imperatriz: 268,8
Vila Isabel: 268,1
União da Ilha: 267,3
São Clemente: 266,9
Grande Rio (rebaixada): 266,8
Império Serrano (rebaixada): 265,6

Conteúdo impulsionado