Cerca de 25 mil advogados elegem hoje o novo presidente da OAB/SC

Publicidade

Esta segunda-feira, dia 16 de novembro, será dia de eleição na seccional catarinense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC) e cerca de 25 mil advogados estão aptos para comparecerem às urnas, em suas respectivas subseções, para depositarem seus votos.

Os candidatos são Paulo Marcondes Brincas, da chapa 81, concorrendo pelo grupo de situação, e Adriano Zanotto, da chapa 82, disputando o pleito pelo grupo que faz oposição ao atual presidente, Túlio Cavallazzi Filho – que concorre ao cargo de conselheiro federal.

Continua após a publicidade

Durante a campanha, foram várias acusações de ambas as partes. Zanotto acusa o atual grupo que comanda a OAB de falta de transparência na gestão da Ordem, com suposto déficit de R$ 5 milhões no exercício financeiro de 2014. Já Brincas rebate e aduz que seu concorrente possui ações na Justiça tramitando contra ele por supostos desvios de conduta frente a órgãos estaduais.

Brincas e Zanotto disputam comando da OAB/SC (Foto: Alexandre Alves/Biguá News)
Brincas e Zanotto disputam comando da OAB/SC (Foto: Alexandre Alves/Biguá News)

Voto é obrigatório

Os advogados que não votarem nas eleições da OAB/SC deverão apresentar suas justificativas formalmente até 31 de janeiro, na Secretaria da seccional ou das subseções, bem como juntar documentos comprobatórios das alegações (passagem aérea, nota fiscal de hotel, combustível, atestado médico, comprovantes de cursos, etc). O procedimento está previsto no Edital de Convocação das Eleições.

O voto é obrigatório para todos os advogados inscritos na OAB/SC, sob pena de multa equivalente ao valor de 20% da anuidade, salvo quando justificado por escrito.

Publicidade