Chuvas dos últimos 15 dias chegam a quase 600mm na Grande Florianópolis

Os totais de chuva das últimas duas semanas chegaram a quase 600mm (600 litros de água por metro quadrado de área) na  Grande Florianópolis, o que equivale a três vezes a média climatológica esperada para o mês de janeiro na região, que é de 200mm. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (22), pela Epagri/Ciram.

Esses totais elevados foram registrados na Ilha de Santa Catarina: 461mm na estação meteorológica do Itacorubi, 477mm em Santo Antonio de Lisboa e 571mm em Jurerê, a estação de maior registro.

Conteúdo impulsionado

Os municípios localizados no Litoral Norte do Estado, entre Florianópolis e Joinville, também foram atingidos pelas chuvas intensas do período. Em localidades como Joinville, Camboriú, Itapema, Antonio Carlos e Palhoça, o registro ficou entre 300mm e 350mm nesses últimos 15 dias. Na estação localizada em São José, o registro foi de 287mm.

Essas áreas são normalmente as mais atingidas pelas chuvas, em Santa Catarina, nos meses de verão. Conforme a climatologia da precipitação no Estado, com base em dados entre 1960 e 2004, a média mensal de chuva entre a Grande Florianópolis e Litoral Norte é de 200mm a 250mm. Ou seja, em apenas duas semanas, entre os dias 8 e 22, o total de chuva superou a média do mês nessas regiões. Uma boa parte desses totais ocorreu principalmente nos dias 10, 11, 16 e 17.

Um dos fatores responsáveis pelos elevados totais de chuva nessas regiões foi a convergência de umidade direcionada para o litoral do Estado, resultante tanto do fluxo proveniente do norte do país como do oceano. Chuvas intensas na Grande Florianópolis, com totais de mais de 200mm em 24 horas, já foram registradas em anos anteriores, como maio de 2010, janeiro de 2008, fevereiro de 2001 e novembro de 1991.

Conteúdo impulsionado