Cliente indenizará dono de oficina mecânica em R$ 10 mil após chamá-lo de ‘ladrão’

Publicidade

O dono de uma oficina mecânica localizada em Florianópolis será indenizado, em R$ 10 mil, por sofrer agressão verbal e física promovida por um cliente, que desconfiou da idoneidade do comerciante e o acusou de ter subtraído gasolina do tanque de seu veículo durante serviço de manutenção. A decisão acaba de ser confirmada pela 4ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), em matéria sob a relatoria do desembargador Eládio Torret Rocha.

“Com efeito, os fatos, tais como delineados a partir da prova oral colhida em audiência, apontam inequivocamente para a circunstância de que foi o apelante quem deu início à referida desinteligência, após imputar, ao recorrido, em alto e bom som, a pecha de `ladrão’, em frente aos clientes, funcionários e demais comerciantes da região, e, em seguida, desferir-lhe um soco na orelha esquerda”, anotou o relator.

Continua após a publicidade

Segundo o magistrado, as testemunhas foram uníssonas em seus depoimentos e corroboraram a versão apresentada pelo dono da oficina. “Muito embora o apelante busque desqualificar a prova testemunhal, tenho para mim não existir, nos autos, elementos aptos a abalar a credibilidade dos testigos”, concluiu Rocha.

A decisão foi unânime, conforme a assessoria do TJSC.

Publicidade