Coluna Mariana Bunn – Espaços Gourmet: Gastronomia e Convivência

Entenda por que este ambiente ganhou destaque nas moradas brasileiras

Publicidade

Sonho de consumo dos que pensam em adquirir um novo apartamento ou para aqueles que planejam a construção ou ampliação da sua residência, os espaços gourmet se popularizaram nas moradas por unir duas paixões brasileiras: cozinhar e receber.

Penso que você já deve estar se fazendo uma pergunta: Meu condomínio já dispõe de espaço gourmet, pra que investirei em outro? Ter um espaço gourmet exclusivo tem muitas vantagens. Mesmo vivendo em apartamento ou em condomínio residencial, quando falamos do seu próprio espaço, além da privacidade, não há taxas administrativas, você pode personalizar o espaço da sua maneira e, principalmente, todos os seus itens culinários, louças e mantimentos estarão a sua mão.

Continua após a publicidade

Moro em apartamento, como planejarei esse espaço? Uma alternativa muito comum para apartamentos ou casas compactas é a substituição da cozinha e da sala de jantar por um espaço gourmet. Outra boa opção é a transformação da sua varanda em uma varanda gourmet.

Esses ambientes são formados por cozinhas bem equipadas e práticas, aliadas a espaços de estar e jantar confortáveis. O uso dos eletrodomésticos em aço inox traz modernidade ao ambiente do chef. Destaque para as coifas que a cada ano aparecem com design diferenciados.

Existem diversas maneiras de planejar e de decorar um espaço gourmet. No entanto, não há dúvidas de que a área de cocção, com fogão e coifa, seja a protagonista do local. Já que o principal objetivo é a reunião de amigos e familiares, normalmente os espaços gourmet apresentam bancada em ilha, pois é uma forma de incentivar o gourmet a interagir com os convidados.

Na hora de escolher a pedra das bancadas, atenção ao adquirir materiais resistentes e de fácil limpeza como o granito e o quartzo. Por questões higiênicas, o mármore não é indicado por ser um material poroso. Para àqueles que gostam de bancadas escuras, uma ótima opção econômica é o granito preto São Gabriel.

Um dos principais erros nesses espaços é posicionar a geladeira próxima à churrasqueira. O calor do fogo pode causar danos ao funcionamento da geladeira, diminuindo a vida útil do seu eletrodoméstico. Outra dica é setorizar a área gastronômica em três partes distintas: cocção – área quente (churrasqueira, fogão, forno), higienização e preparo – área molhada (pia, bancada) e conservação refrigerada (geladeira, freezer).

Como os espaços gourmet pregam a convivência, escolha móveis aconchegantes e ergonômicos. Cadeiras e poltronas estofadas são uma boa opção neste caso. Atenção também quanto a escolha de banquetas, pois devem estar de acordo com a altura das bancadas.

Atualmente, muitos casais estão investindo nesses ambientes em suas próprias casas, já que evitam as filas e os gastos em restaurantes, a insegurança da cidade, além da Lei Seca na volta para casa. Pense nessa alternativa, invista em você!

MARIANA BUNN SOUZA | Arquiteta, proprietária da Arché Projetos Arquitetônicos e Interiores | CAU A90108-3 | Contato: (48) 99916-1929 | mariana@archeprojetos.com | Redes Sociais: @archeprojetos

Publicidade