Costões nas praias de Florianópolis registram acidentes com turistas

Publicidade

*Rafael Vieira de Araújo

costao_armacao_floripa
Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina alerta as pessoas que visitam os costões das praias catarinenses para o risco de acidentes como quedas e afogamentos.

Continua após a publicidade

“As vítimas, geralmente, são turistas e não moram no Litoral. Eles se encantam com a paisagem das costas e não sabem que podem estar em perigo”, destacou o capitão do 1º BBM, George Ferreira.

Para Ferreira, o grande problema é quando as pessoas tentam fazer fotos nos costões e são surpreendidas por ondas. “Na busca de uma foto legal e mais próximo da água, as pessoas se acidentam. Elas podem cair ao caminhar pelos costões, encontrar alguma pedra escorregadia ou ser atingida por uma onda mais forte”, afirmou.

Ferreira orienta que se busque informações nos postos de salva vidas para saber qual o melhor e mais seguro ponto para acesso aos costões. “O ideal é procurar o posto mais próximo assim que chegar a praia e se informar do melhor local para se banhar e para caminhar. O ideal é não acessar os costões, mas se fizer, tem que tomar muito cuidado e conhecer os riscos”, concluiu.

Os pontos mais visitados e que apresentam risco estão em Florianópolis. Ferreira cita como exemplo as praias da Joaquina, Mole, Galeta, Santinho, Brava e Ingleses, situadas ao Norte da Ilha. Já no Sul, a praia da Armação e do Matadeiro também pode apresentar pontos de riscos a moradores e turistas.

*Rafael Vieira de Araújo é assessor de imprensa na Secom

Publicidade