Delegado de Biguaçu indicia jovem que matou empresário durante assalto

Publicidade

O delegado titular da Polícia Civil de Biguaçu, Alan José de Amorim, indiciou um jovem de 19 anos, acusado de matar o empresário Gean Carlos Moros, de 31 anos, no dia 5 de maio deste ano, durante um assalto na casa do pai da vítima, na avenida Dona Santina C. da Silva, no bairro Prado. O crime de latrocínio foi cometido logo após a festa de aniversário da mãe de Gean.

O acusado de ter atirado em Moros teve o mandado de prisão preventiva cumprido em Florianópolis, na Central de Triagem da Capital, onde ele já estava preso em razão de outro crime praticado há alguns dias. Segundo o delegado Alan, o suspeito teria confirmado, durante interrogatório, que foi o autor do disparo de arma de fogo que atingiu Gean Carlos.

Continua após a publicidade

“Diante do cumprimento do mandado de prisão preventiva, o inquérito policial foi encaminhado ao Fórum da Comarca de Biguaçu. No entanto, as investigações prosseguem, pois inquiri os outros cinco envolvidos que foram identificados na última semana, sendo dois adultos e três adolescentes”, disse Amorim, por meio da assessoria.

A investigação teve o apoio da equipe da Divisão de Roubos e Antissequestros (DRAS) da DEIC. O inquérito foi encaminhado ao juiz criminal da Comarca na última terça-feira, dia 3 de novembro.

 (Foto ilustrativa)
(Foto ilustrativa)
Publicidade