Dilma Rousseff e Raimundo Colombo inauguram ponte Anita Garibaldi

Publicidade

Para desafogar o trânsito, aumentar a segurança e promover o turismo e a economia do Sul do Estado, a ponte Anita Garibaldi agora já faz parte da realidade dos catarinenses. A presidente Dilma Rousseff, o governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira participaram da cerimônia de inauguração em Laguna, na manhã desta quarta-feira, 15. A obra é mais um importante passo da duplicação do trecho Sul do BR-101, promovendo qualidade de vida e ganho em competitividade logística ao Estado.

“Essa ponte é um exemplo de superação de obstáculos, uma referência e um símbolo para todo o país. O Brasil que queremos é um Brasil que de fato trabalha, que constrói, que enfrenta as dificuldades e que supera os desafios”, discursou Dilma. A presidente fez referência também a todos os trabalhadores envolvidos na construção, que definiu com “um desafio de engenharia”. Fez, ainda, uma homenagem à catarinense Anita Garibaldi, que batiza a ponte e foi citada por Dilma como “um exemplo da corajosa mulher brasileira”.

Continua após a publicidade

Lideranças políticas e comunitárias e moradores da região acompanharam o evento desta quarta, realizado em estrutura montada na cabeceira norte da nova ponte. Antes da cerimônia, a presidente Dilma, o governador Colombo e comitiva encontraram alguns dos operários que trabalharam na construção da estrutura.

Ponte Anita Garibaldi – Laguna – 10/07/2015. Foto: Jacqueline Iensen/Secom

“Hoje é um dia de alegria para os catarinenses, um dia de demonstrar um dos sentimentos mais nobres, que é a gratidão. Um dos melhores momentos da vida de um gestor público é entregar obras que melhoram as vidas das pessoas. E a Ponte Anita Garibaldi é um exemplo disso, uma das mais belas obras rodoviárias do Brasil. É uma obra que foi mais forte do que a burocracia e que durante estes três anos seguiu com ritmo forte e eficiente”, destacou Colombo em seu discurso.

O governador ressaltou a importância da obra para complementar outras ações que estão impulsionando ainda mais o desenvolvimento do Sul do Estado, como a inauguração do Aeroporto de Jaguaruna e as melhorias no Porto de Imbituba.

“A nova ponte de Laguna, além de bela e representativa, é uma grande conquista para toda a região Sul do país, que tanto recebe turistas nacionais e internacionais”, acrescentou o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, que também aproveitou o evento para reconfirmar o compromisso do governo federal com obras em outras rodovias federais que cortam Santa Catarina.

Ponte Anita Garibaldi

A estrutura de Laguna é a maior ponte estaiada (suspensa por cabos) em curva do Brasil, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). São 2.830 metros de comprimento. O vão central tem 400 metros e é suspenso por cabos de aço presos em dois mastros (cada mastro com 63 metros de altura). A largura total é de 25,3 metros, com pista dupla nos dois sentidos e acostamento. Foram investidos cerca de R$ 775 milhões na obra por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

A ponte, que começou a ser construída em junho de 2012, é uma das principais reivindicações de moradores e motoristas e irá solucionar o problema do trânsito em um dos piores pontos da BR-101 em Santa Catarina. A rodovia, recentemente duplicada, apresentava tráfego lento com afunilamento porque a travessia neste trecho era feita em pista simples, insuficiente para suportar o tráfego de cerca de 25 mil veículos por dia, e que, no verão, pode chegar em até 40 mil veículos diários.

Para a execução do projeto, foi formado o consórcio integrado pelas empresas Camargo Corrêa-Aterpa/M.Martins-Construbase. No auge da obra, 1,8 mil trabalhadores estiveram envolvidos. Foram utilizadas 20 mil toneladas de aço, 100 mil m³ de concreto e 251,5 mil m² de forma.

A ponte foi construída sobre o Canal Laranjeiras – Lagoas de Imaruí e Santo Antônio dos Anjos. Com tecnologias inovadoras, a logística foi planejada com um rigoroso controle da operação de forma a minimizar o impacto sobre a fauna, flora, o patrimônio arqueológico e os recursos hídricos da região.

Para o prefeito de Laguna, Everaldo dos Santos, a cidade passa a contar também com um novo cartão-postal. Ele acredita, ainda, em um incremento na economia local, com atração de novas empresas, maior procura por imóveis na cidade e reflexos positivos para setores como comércio e serviços.

A iluminação da Ponte Anita Garibaldi foi pensada de modo a gerar o menor custo de energia e valorizar a dimensão da obra. Foram instalados postes metálicos com luminárias de tecnologia LED, sistema que permite maior eficiência energética e economia. Além da iluminação das pistas, a cargo do consórcio Sadenco/Quantum, foram colocadas luminárias especiais no trecho estaiado, com iluminação decorativa nas torres de sustentação e estais. A ponte será liberada para o trânsito após retirada a estrutura montada para a cerimônia desta quarta.

Na região, ainda está sendo entregue o túnel do Morro do Formigão, em Tubarão, que também integra a duplicação do trecho Sul da BR-101. São 900 metros de extensão. A obra começou em 2013 e foi executada pelo Consórcio JDantas/Novatecna, no valor de R$ 65,2 milhões, com recursos do PAC. O túnel será liberado ao tráfego em um dos sentidos (norte/sul) até que a nova ponte sobre o Rio Tubarão esteja concluída. Segundo o DNIT, o prazo para a conclusão da ponte é dezembro deste ano, eliminado o último gargalo da duplicação da BR-101 Sul.

Publicidade